Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



Remédio com alho e limão para limpar as artérias e baixar o colesterol

A partir de certa idade, muitas pessoas sofrem problemas cardiovasculares e recomenda-se sempre seguir um tratamento médico para tratar essa patologia. Entretanto, podemos prevenir chegar a este ponto usando este remédio natural, econômico e sem efeitos colaterais.

Descubra neste artigo como o limão e o alho podem ajudar, são dois alimentos medicinais milenares usados para muitas doenças graças a suas incríveis propriedades.

Benefícios deste remédio

Se seguirmos este tratamento tal como o indicamos neste artigo poderemos obter os seguintes benefícios para a saúde:

  • Elimina os depósitos de gorduras acumulados no corpo.
  • Ajuda a diminuir o colesterol ruim (LDL) e aumenta o colesterol bom (HDL).
  • Diminui os triglicéridos no sangue.
  • Ajuda a prevenir a formação de trombos.
  • Diminui a pressão arterial.
  • Melhora o funcionamento do fígado e potencia sua função depurativa.
  • Melhora o funcionamento dos rins, portanto ajuda a combater a retenção de líquidos.
  • Melhora os problemas de circulação.
  • Melhora o sistema imunológico e nos ajuda a aumentar as defesas.
  • Previne a aparição de tumores.
  • É altamente antioxidante, o que renova e rejuvenesce as nossas células.

Alho e limão no controle do colesterol

Para quem é recomendado?

Este remédio depurativo é recomendado como remédio para a saúde em geral, para prevenir problemas de saúde ou simplesmente para limpar o nosso corpo uma vez ao ano. Porém destacamos especialmente os seus benefícios para combater as seguintes doenças:

  • Sobrepeso
  • Isquemia
  • Sinusite
  • Doenças pulmonares
  • Dor de cabeça
  • Trombose cerebral
  • Artrite
  • Artrose
  • Reumatismo
  • Gastrite
  • Hemorroida
  • Problemas oculares
  • Problemas auditivos
  • Arteriosclerose
  • Anemia

O que precisamos?

Para fazer este remédio para uma pessoa precisaremos os seguintes ingredientes:

 
  • 4 limões
  • 4 cabeças de alho
  • 3 litros de água fervida

Será melhor acharmos ingredientes que sejam orgânicos, principalmente o limão, pois podem conter ceras e pesticidas que seriam prejudiciais para fazer este remédio. A raspa dos cítricos é ainda mais benéfica do que a polpa.

limao no controle do colesterol

Como preparar?

  • Descascamos o alho e cortamos os dentes pela metade.
  • Lavamos bem os limões e os cortamos em pedaços pequenos, sem tirar a casca.
  • Acrescentamos a água morna, previamente fervida, e batemos tudo muito bem.
  • Dividiremos esta mistura em três frascos de vidro, os quais terminaremos de encher com a água morna.
  • Fecharemos bem e os guardaremos na geladeira durante três dias.
  • Depois desse tempo, coaremos o conteúdo dos três frascos e voltaremos a guardá-los na geladeira.

Como consumi-lo?

  • Nos primeiros dias tomaremos uma colher de sopa deste remédio meia hora antes de cada uma das três refeições do dia.
  • Se o nosso corpo reagir bem, sem efeitos colaterais, aumentaremos para duas colheres de sopa deste remédio meia hora antes de cada uma das três refeições do dia.
  • Gradualmente iremos aumentando as doses até chegar a um máximo de 50 ml deste remédio três vezes por dia, quer dizer, 150 ml por dia.

O tratamento dura 40 dias e podemos realizá-lo uma vez ao ano.

Sempre recomendamos que ao fazer qualquer tratamento, natural ou convencional, este seja realizado sob supervisão de um médico ou de um especialista. Especialmente se sofremos de algum problema de saúde ou estamos tomando alguma medicação.

É importante destacar que em qualquer tratamento depurativo, os primeiros dias podemos notar que alguns sintomas pioram (mucosidade, dor de cabeça, etc.) Isso costuma ser normal, já que o nosso organismo está começando a se movimentar e a eliminar toxinas.

alho no controle do colesterol

Outros remédios similares para o colesterol

Tanto o alho como o limão são dois alimentos muito usados nas curas depurativas, além de fazer este tratamento que propomos também temos outras opções mais leves ou complementares para ingerir habitualmente estes alimentos.

Podemos consumir o limão de muitas formas ao longo do dia, para potenciar algum dos benefícios, como as suas ações alcalizante, laxante, depurativa ou para assimilar melhor os nutrientes dos alimentos.

O alho é a base da famosa e antiga cura tibetana do alho, cuja receita é parecida à anterior, porém marinada no álcool ao invés do limão e só pode ser feita a cada cinco anos seguindo rigorosamente as doses, como explicamos neste artigo.

Imagens por cortesia de Brian Hoffman, Chugy e morberg

Autoria e outros dados (tags, etc)


ADEUS COLESTROL

por Fernando Ramos, em 24.02.17

 

Adeus colesterol, glicemia, lipídios e triglicerídeos! Com este segredo revelado isso não vai mais ser preocupação, a não ser que não se informem sobre essa revelação. Descobre já o segredo, e experimenta, vais ver como vais notar melhorias!

abobora_segredo_colesterol

Alguns anos atrás, um ex-professor meu mostrou-me uma análise de sangue; o que eu vi me deixou impressionado.

Os cinco principais parâmetros do sangue, ou seja: ureia, colesterol, glicemia, lipídios e triglicerídeos apresentavam valores que, em muito excediam os níveis permitidos.

Comentei que a pessoa com aqueles índices já deveria estar morta ou, se estava viva, isto seria apenas por teimosia.

O professor, então, mostrou o nome do paciente que, até então, tinha sido ocultado pela sua mão. O paciente era ele mesmo!

Fiquei estupefato! E comentei: “Mas como? E o que você fez?”.

Com um sorriso ele me apresentou a folha de uma outra análise, dizendo: “Agora, olhe esta, compare os valores dos parâmetros e veja as datas”.

Foi o que eu fiz. Os valores dos parâmetros estavam nitidamente dentro das faixas recomendadas, o sangue estava perfeito, impecável, mas a surpresa aumentou, quando olhei as datas; a diferença era de apenas um mês (entre as duas análises da mesma pessoa)!

Perguntei: “Como conseguiu isso? Isso é, literalmente, um milagre!”

Calmamente, ele respondeu que o milagre se deveu a seu médico, que lhe sugeriu um tratamento obtido de outro médico amigo. Este tratamento foi utilizado por mim mesmo, várias vezes, com impressionantes resultados.

Aproximadamente, uma vez por ano, faço análise de meu sangue e, se algum dos parâmetros estiver apresentando tendência ao desarranjo, volto imediatamente a repetir esse processo. Sugiro que você o experimente.

Aqui está o SEGREDO: Semanalmente, por 4 semanas, compre, na feira ou em supermercado, pedaços de abóbora. Não deve ser a abóbora moranga e sim a abóbora grande, que costuma ser usada para fazer doce. Diariamente, descasque 100 gramas de abóbora, coloque os pedaços no liquidificador (crú), junto com água (SÓ ÁGUA!), e bata bem, fazendo uma vitamina de abóbora com água.

Tome essa vitamina em jejum, 15 a 20 minutos antes do desjejum (pequeno almoço/café da manhã). Faça isso durante um mês, toda vez que o seu sangue precisar ser corrigido.

Poderá controlar o resultado, fazendo uma análise antes e outra depois do tratamento com a abóbora. De acordo com o médico, não há qualquer contra-indicação, por tratar-se apenas de um vegetal natural e água (não se usa açúcar!).

O professor, excelente engenheiro químico, estudou a abóbora para saber qual ou quais ingredientes ativos ela contém e concluiu, pelo menos parcialmente, que nela está presente um solvente do colesterol de baixo peso molecular: o colesterol mais nocivo e perigoso – LDL .

Durante a primeira semana, a urina apresenta grande quantidade de colesterol LDL (de baixo peso molecular), o que se traduz em limpeza das artérias, inclusive as cerebrais, incrementando, assim, a memória da pessoa..

ABÓBORA… Não faça disso um segredo… DIVULGUE!

 

Autoria e outros dados (tags, etc)


SUMO PARA PREVENIR O CÂNCER

por Fernando Ramos, em 08.02.17

 

 

Uma boa forma de evitar o desenvolvimento do câncer é consumir alimentos ricos em substâncias antioxidantes e fibras que protegem o corpo contra os efeitos dos radicais livres.
Alguns exemplos destes alimentos são:

* Frutas: acerola, romã, uva vermelha, damasco, laranja, morango, amora, mirtilo, framboesa, limão, açaí;
* Legumes e verduras: tomate, chicória, cebola vermelha, cenoura, brócolis, abóbora;
* Sementes: chia, linhaça, gergelim, girassol.

Quer saber mais? Acesse:
http://www.tuasaude.com/suco-para-o-cancer/

 

Suco para o câncer Compartilhar no FacebookTweetar publicidade O suco para o câncer é aquele que é rico em antioxidantes porque estas substâncias vão ajudar a proteger as células do organismo e reduzir o desenvolvimento do câncer. O suco para o câncer pode ter diferentes combinações de frutas e legumes que sejam ricos em antioxidantes, mas não deve conter açúcar nem adoçante, porque estas são substância que favorecem as células cancerígenas. Pode também se usar no suco sementes como chia que são ricas em omega 3, que também é importante para combater o câncer porque possuem propriedade anti-inflamatória. Alimentos para o suco para o câncer Alguns exemples de alimentos que podem ser utilizados no suco para o câncer são: Frutas: acerola, romã, uva vermelha, damasco, laranja, morango, amora, mirtilo, framboesa, limão, açaí; Legumes e verduras: tomate, chicória, cebola vermelha, cenoura, brócolis, abóbora; Sementes: chia, linhaça, gergelim, girassol. O chá verde também pode ser utilizado nos sucos pelo seu grande poder antioxidante. Basta utilizá-lo como substituto da água. Links úteis: Suco de morango para prevenção do câncer Suco de tomate para prevenção do câncer Suco de brócolis para evitar o câncer Mais sobre este assunto Suco de melão para evitar o câncer Câncer e Bicarbonato de Sódio Alimentos que Protegem do Câncer Suco de alface para câncer Alimentos anti câncer Câncer de Mama Dói Porque câncer de pâncreas emagrece? Sintomas de câncer de colo de útero

Autoria e outros dados (tags, etc)


alho_e_vinagre_de_maca

por Fernando Ramos, em 07.02.17

 

Muita gente não gosta do sabor forte do alho.

E até dá para entender isso, pois de fato não é muito agradável ficar com hálito com cheiro de alho.

A conserva de alho, porém, não tem esse problema.

Graças ao processo de fermentação, ela tem um sabor muito suave.

Por isso esta conserva é uma das melhores opções para quem quer se beneficiar das propriedades medicinais do alho - que são muitas - sem ficar com nenhum aroma ruim na boca.

E, por falar das propriedades medicinais do alho, que tal relembrá-las?

Para começar, o alho é um potente antibiótico natural.

Ele é rico em vitaminas do complexo B e sais minerais antioxidantes, como zinco e selênio e, por isso, é um excelente remédio para gripes e resfriados.

O alho ainda regula a pressão arterial e reduz o nível de colesterol no sangue, prevenindo aterosclerose e doenças cardiovasculares.

E tem mais: o alho...

- ...estimula a secreção de insulina pelo pâncreas, reduzindo a glicose no sangue;

- ...é um forte antioxidante, o que o torna um alimento anticâncer;

- ...reduz o risco de infarto e doenças do coração;

- ...combate bactérias e vírus;

- ...elimina vermes e parasitas;

- ...fortalece a imunidade.

A conserva de alho é uma receita muito simples.

Aprenda agora a fazê-la:

INGREDIENTES

 

 

Meio quilo de alho descascado

Meio copo (americano) de vinho branco seco

Meio copo (americano) de água

Meio litro de vinagre de maçã

2 folhas de louro

1 colher (sopa) de orégano

2 colheres (sopa) de azeite de oliva

6 grãos de pimenta-do-reino

1 colher (sopa) de sal

MODO DE PREPARO

Comece levando ao fogo o vinho, a água, o azeite, o orégano, o sal, as folhas de louro e os grãos de pimenta-do-reino.

Deixe cozinhar até levantar fervura.

Acrescente o alho descascado.

(Para descascar o alho com mais facilidade, deixe-o de molho em água fria por uma hora.)

Cozinhe por mais três minutos.

Desligue o fogo e deixe esfriar.

Coloque em vidros de conserva bem esterilizados.

Adicione o vinagre de maçã.

Agite os vidros e guarde-os na geladeira.

Depois de cinco dias, a conserva estará pronta para consumo.

Sugestão de consumo: em saladas, sanduíches, como um aperitivo ou como sua imaginação mandar.

Este é um blog de notícias sobre tratamentos caseiros. Ele não substitui um especialista. Consulte sempre seu médico.

 

www.curapelanatureza.com

Autoria e outros dados (tags, etc)


ALIMENTOS QUE NÃO SE DEVE TER EM CASA

por Fernando Ramos, em 07.02.17

 

 

Uma boa forma de evitar o consumo de alimentos ricos em gordura trans é não tê-los por perto!

A gordura trans é um tipo de gordura vegetal, encontrada nos alimentos industrializados. No rótulo dos alimentos pode constar a palavra gordura hidrogenada, que é o mesmo que dizer gordura trans que apesar de não ser uma gordura animal, é uma gordura insaturada transformada que faz muito mal para a saúde.

Aconselha-se que cada pessoa deveria comer no máximo 2 g de gordura trans por dia para diminuir os possíveis malefícios que estas gorduras podem causar. http://www.tuasaude.com/gordura-trans/
 

Gordura trans

Compartilhar no Facebook
 
publicidade
 (Nutricionista)

A gordura trans é um tipo de gordura vegetal, que apesar de não ser uma gordura animal, é uma gordura insaturada transformada que faz muito mal para a saúde.

A gordura trans é encontrada nos alimentos industrializados e serve para aumentar o tempo de validade dos alimentos. No rótulo dos alimentos pode constar a palavra gordura hidrogenada, que é o mesmo que dizer gordura trans. 

Aconselha-se que cada pessoa deveria comer no máximo 2 g de gordura trans por dia para diminuir os possíveis malefícios que estas gorduras podem causar, que está associada a doenças degenerativas como o câncer.

Gordura trans e saturada

A gordura trans e saturada são as gorduras que mais prejudicam a saúde e seu consumo em excesso está relacionado ao aumento do risco de doenças como arteriosclerose, infarto e Acidente Vascular Cerebral, por exemplo.

Gordura trans nos alimentos

A gordura trans nos alimentos é encontrada em geral nos produtos industrializados como biscoitos, bolachas, pipocas de micro-ondas, sorvetes, salgadinhos, chocolates e algumas margarinas.

Alimentos Quantidade de gordura trans em 100 g de alimento
Pastel de massa folhada 2,4 g
Bolo de chocolate  1 g
Bolachas de aveia 0,8 g
Gelado de leite 0,4 g
Margarina 0,4 g
Biscoitos 0,3 g
Chocolate de leite 0,2 g

Os alimentos que contem gordura trans conseguem ficar mais tempo na embalagem sem estragar, ou seja, sem que a gordura fique rançosa, por isso a indútria a utiliza, podendo assim reduzir a quantidade de gordura animal da composição dos produtos.

Link útil:

Autoria e outros dados (tags, etc)


figado_gordo

por Fernando Ramos, em 07.02.17

 

Vamos falar de gordura no fígado?

Trata-se do acúmulo de ácidos gordos e triglicerídeos nas células do fígado.

Se você bebe álcool em excesso, saiba que essa é umas das principais causas do famoso “fígado gordo”.

Isso acontece porque o fígado é incapaz de quebrar as gorduras adquiridas pelas bebidas alcoólicas.

Então só há duas saídas: ou a pessoa continua bebendo e sobrecarregando o fígado até ter cirrose, ou larga o vício e garante a saúde e bem-estar do organismo.

Há quem leve na brincadeira e ignore o sofrimento do fígado.

No entanto, esse órgão desempenha funções vitais em nosso corpo, como neutralizar e destruir as toxinas.

Pense num verdadeiro filtro, que ajuda a remover substâncias tóxicas do sangue, causadas por drogas e alimentos!

Além disso, ele produz a bile, que quebra a gordura em nosso sistema digestivo.

No entanto, também é possível sofrer desse mal sem sequer ter experimentado bebidas alcoólicas, que é o que chamamos de “doença hepática gordurosa não alcoólica”.

O fígado simplesmente não metaboliza a gordura como deveria, o que faz com que ela se armazene nos tecidos.

A causa pode ser pincipalmente pelo tipo de alimentação

Por isso a maioria das vítimas é obesa.

Os sintomas são:

- Dor no abdome superior direito

 

- Fadiga crônica

- Sensação de peso e inchaço

- Perda de peso

- Perda de apetite

- Fraqueza

- Náusea

- Perda de memória

- Dificuldade de concentração

Felizmente, os sintomas podem ser controlados e a doença ser tratada com alimentos naturais e especiais, como frutas, legumes e vegetais.

Eles ajudam a limpar o fígado e removar gorduras.

Entre esses alimentos, destacamos:

1. Acelga

É um excelente tónico para limpar e rejuvenescer o fígado.

Graças ao alto teor de fibras, a acelga é ótima para tratar a constipação.

Além disso, é rica em  água, vitaminas, potássio e ferro de magnésio.

 

 

2. Alcachofra

Pode regenerar o fígado, graças à presença da cinarina, uma substância amarga que aumenta o fluxo biliar.

Além de consumir as alcachofras, você pode fazer infusões com as folhas e caules.

Prepare a infusão com 100g de folhas e caulas por cada litro de água. Assim, você deve beber 3 xícaras por dia.

O suco fresco da alcachofra também é muito terapêutico.

3. Gengibre

Contém antioxidantes protetores da função hepática e também ajuda a reduzir os triglicerídeos.

Você pode fazer um chá de gengibre e tomar meia hora antes das principais refeições.

Rale duas colheres (sopa) de raiz de gengibre e coloque em água quente, deixe descansar por alguns minutos e beba.

Outra opção é adicionar o gengibre ralado nas saladas.

Importante: hipertensos não devem consumir gengibre.

4. Rabanete

Descongestiona e desintoxica o fígado, promovendo esvaziamento  da bile.

Ele pode ser adicionado nas saladas ou  você pode preparar diariamente um copo de suco fresco, adoçado com mel antes das principais refeições. .

5. Lima-da-pérsia

É uma fruta com grande capacidade de purificação do fígado.

Também pode diminuir a gordura corporal e reduzir a síndrome metabólica, dois fatores que muitas vezes contribuem para a doença hepática gordurosa.

Faça o seguinte: pegue uma lima e lave-a muito bem.

Bata a fruta com a casca e água (100 mL).

Coe e beba imediatamente.

Faça isso em jejum por duas semanas seguidas ou mais.

A lima-da-pérsia é vendida em bons supermercados, feiras livres e na Ceasa.

Este é um blog de notícias sobre tratamentos caseiros. Ele não substitui um especialista. Consulte sempre seu médico.

Autoria e outros dados (tags, etc)


AGUA

por Fernando Ramos, em 06.02.17

 

E que quantidade de água já beberam hoje???
Vá, digam-nos lá!

Marquem uma garrafa de 1,5L com as horas do dia. Assim, sempre que olharem para a garrafa têm noção da água que já beberam e da que ainda têm de beber!
 
 

Autoria e outros dados (tags, etc)


CHÁ DE CARQUEJA

por Fernando Ramos, em 05.02.17

 

A carqueja é uma planta medicinal que pode ser utilizada no combate a diversas doenças e que também ajuda a emagrecer. Mas ela não deve ser utilizada em caso de pressão baixa e durante a gravidez. Veja para que serve a carqueja em: http://www.tuasaude.com/carqueja/
 
Carqueja
Compartilhar no Facebook
 
 
 
publicidade

A carqueja, de nome científico Baccharis trimera L., também conhecida como carqueja-amarga, carqueja-amargosa, carqueja-do-mato, carquejinha, condamina ou iguape, é uma planta medicinal de sabor amargo que pode ser utilizada no combate a diversas doenças.

Para que serve a carqueja

Má digestão, prisão de ventre, diarreia, gastroenterite, anemia, gripe, febre, doenças hepáticas, diabetes, vermes intestinais, afta, amigdalite, anorexia, azia, bronquite, colesterol, doenças da bexiga, dos rins, pâncreas e baço; má circulação do sangue, feridas.

Propriedades da carqueja

Contém os compostos: alfa e beta-pineno, flavonas, saponinas, flavonóides, compostos fenólicos, lactonas sesquiterpênicas, alcalóides, álcool sesquiterpênico, apigenina, quercetina, luteolina, hipidulina, germacreno D, dilactonas A, B e C, e por isso a carqueja é: antianêmica, antiasmática, antibiótica, antidiarreica, antidiabética, antidispéptica, antigripal, anti-hidrópica, anti-inflamatória, anti-reumática, aromática, colagoga, depurativa, emoliente, febrífuga, hipocolesterolêmica, laxante, moluscocida, anti-Trypanossoma cruzi, hipoglicêmica, sudorífica, tenífuga, tônica e vermifuga.

Modo de uso da carqueja

  • Chá: Para cada meio litro de água fere vente acrescente 10 gramas da erva. Tomar 3 xícaras por dia.
  • Culinária: Na preparação de carnes gordas acrescente flores de carqueja ou mesmo as Hastes juntamento ao preparado do tempero.

Efeitos colaterais da carqueja

Quando consumida em excesso pode baixar baixar os glóbulos brancos e por isso a imunidade, deixando o indivíduo susceptível à doenças. Pode ainda causa hipotensão e por isso não deve ser utilizada ao mesmo tempo que medicamentos para hipertensão ou diabetes.

Contraindicações da carqueja

Gravidez e lactação.

Autoria e outros dados (tags, etc)

O óleo de coco é excelente para o hipotireoidismo.

 

Atualmente, graças ao estilo de vida sedentário e dietas desequilibradas, as pessoas têm desenvolvido muitos problemas de saúde, como:

- Aumento de peso

- Perda da libido 

- Zumbido nos ouvidos

 

- Perda de cabelo

- Unhas frágeis

- Prisão de ventre

- Fadiga

- Sensibilidade ao frio

- Dores de cabeça

- Insônia

- Pele seca

- Mãos e pés frios

- Tontura

- Voz rouca

- Dores nas articulações

Isso é muito sério!

 

 

Quase 65% da população americana está acima do peso e 27% está obesa.

No entanto, além da falta de exercícios e o consumo de alimentos prejudiciais à saúde, esses sintomas também são resultado de um problema que atinge as mulheres em especial: o hipotireoidismo.

Felizmente, existe um produto natural que pode ajudar a combater essa disfunção na glândula tireóide.

Esse ingrediente maravilhoso é uma gordura saturada que aumenta o metabolismo e  resulta na perda de peso.

Seu nome: óleo de coco.

O óleo de coco é excelente para o hipotireoidismo.

No livro "Óleo de Coco, a gordura saudável", do dr. Wilson Rondó, encontramos a seguinte informação:

 - Óleo de coco melhora a função da tireóide.

Quando as pessoas com hipotireoidismo (produção insuficiente de hormônio tireoidiano) começam a consumir o óleo de coco, elas frequentemente referem aumento de energia pela melhora da função tireoidiana.

Muitos indivíduos que sofrem com problemas de tireoide são capazes de eliminar a medicação para tireoide até completamente quando começam a consumir óleo de coco.

 

Obviamente você não deve nunca suspender a medicação sem consultar seu médico.

Como usar o óleo de coco para tratar o hipotireoidismo?

Comece consumindo uma colher (sopa) por dia.

Depois aumente para duas.

Você pode também fazer massagens na região da tireoide.

Se você estiver com hipotireoidismo, é importante também evitar o consumo de soja.

Há outras sugestões que você deve considerar para tratar o problema:

- Evite saladas comerciais que são embaladas com gorduras insalubres.

Procure fazer a própria salada.

-  Coma alimentos ricos em iodo, como alga negra, pó de alga marinha, kombu e peixes de água fria.

- Consuma suplementos, como zinco, selênio, vitaminas B, vitamina C e vitamina E

- Beba suco de cranberry e rabanete regularmente

- Evite se expor a ao mercúrio e ao flúor

- Faça exercícios regularmente

Este é um blog de notícias sobre tratamentos caseiros. Ele não substitui um especialista. Consulte sempre seu médico.

 

www.curapelanatureza.com

 

Autoria e outros dados (tags, etc)


A acidez do estômago não é por acaso.

por Fernando Ramos, em 04.02.17

A acidez do estômago não é por acaso.

 

Estima-se que mais de 50% da população mundial tenha a bactéria Helicobacter pylori no organismo.

E o pior é que a maior parte nem sequer sabe disso.

H. pylori (pronuncia-se agapilori) é uma bactéria que possui a incrível capacidade de sobreviver em um dos ambientes mais inóspitos do nosso organismo, o estômago, que apresenta um meio extremamente ácido, com pH inferior a 4.

A acidez do estômago não é por acaso.

Trata-se de um dos mecanismos de defesa do nosso organismo contra as bactérias que são ingeridas junto aos alimentos.

Poucos são os seres vivos que conseguem sobreviver em um ambiente tão ácido.

A bactéria H.pylori, porém,  desenvolveu alguns “truques” que lhe permitiram adaptar-se a um meio tão hostil.

Ela produz substâncias que neutralizam os ácidos, formando uma espécie de nuvem protetora ao seu redor.

É dessa forma que ela consegue se locomover dentro do estômago até encontrar um ponto para se fixar.

Além desta proteção, a bactéria H. pylori consegue ultrapassar a barreira de muco que o estômago possui para se proteger da própria acidez.

E, assim, consegue se aderir à mucosa, área abaixo do muco, onde a acidez é bem menos intensa.

Ou seja, além de produzir substâncias contra a acidez, ela consegue penetrar no estômago até locais onde o ambiente é menos agressivo.

Os pacientes contaminados com a Helicobacter pylori podem ou não ter sintomas.

 

Os que apresentam queixas o fazem pela presença de gastrite ou úlceras pépticas provocadas pela bactéria.

Nestes casos, os sintomas mais comuns são:

- Intolerância a alimentos

– Dor ou desconforto, geralmente tipo queimação e na parte superior do abdome

– Sensação de inchaço na barriga

– Saciação rápida da fome, geralmente depois de comer apenas uma pequena quantidade de alimento

– Náuseas ou vômitos

– Fezes escuras

– Anemia

O bom é que a cura pode ser natural e mais fácil do que se imagina.

Pesquisa realizada no Japão e publicada na revista Cancer Prevention Research revelou que existe um poderoso remédio natural para este problema: os brócolis.

 

 

O efeito protetor dos brócolis foi inicialmente constatado em ratos de laboratório e pela primeira vez foi testado em humanos.

Este vegetal verde-escuro contêm uma substância chamada sulforafano, que possui capacidade antibiótica e age sobre a bactéria H. Pylori.

Para comprovar o benefício do consumo de brócolis, os pesquisadores acompanharam os pacientes, fazendo testes que medem a presença da bactéria.

Eles utilizaram a medida da ureia na respiração e fatores inflamatórios e imunológicos no sangue e nas fezes.

Os pacientes receberam uma porção de cerca de 100 gramas de brotos de brócolis por dia por pelo menos oito semanas.

Eles apresentaram uma redução significativa da Helicobacter pylori, comprovada nos testes de sangue e respiratório.

COMO USAR OS BRÓCOLIS PARA COMBATER A H. PYLORI

Deve-se consumir esta verdura diariamente.

Além disso, é indicado o consumo do seguinte remédio natural:

INGREDIENTES

1 brócolis de tamanho médio (é muito importante que a verdura esteja fresca; quanto mais nova, melhor)

1,5 litro de água fervida (em panela de vidro ou aço inox; nunca em alumínio)

1 pitada de sal (melhor se for com um sal de boa qualidade, como o do Himalaia)

MODO DE PREPARO

Lave e higienize muito bem os brócolis.

Depois, coloque a água para ferver.

Assim que ela esfriar, bata todos os ingredientes no liquidificador.

Tome um copo imediatamente e consuma o restante ao longo do dia.

Faça o tratamento por 30 dias seguidos.

Se os brócolis não forem orgânicos, aprenda AQUI como, pelo menos, diminuir a carga de agrotóxicos.

Durante o tratamento, evite o consumo de álcool, açúcar, alimentos refinados e carnes embutidas/defumadas.

Este é um blog de notícias sobre tratamentos caseiros. Ele não substitui um especialista. Consulte sempre seu médico.

www.curapelanatureza.com

 

Autoria e outros dados (tags, etc)


Mais sobre mim

foto do autor



Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D



Favoritos