Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]




BABOSA - Receita caseira para o cabelo crescer

por Fernando Ramos, em 24.07.16

Uma ótima receita caseira para o cabelo crescer mais rápido é aplicar jojoba e babosa no couro cabeludo, pois ajudam na regeneração das células e estimulam o cabelo a crescer mais rápido e forte.

Normalmente, o cabelo cresce entre 10 a 12 centímetros por ano, e é mais fácil medir esse crescimento no cabelo liso. Com este remédio o valor deve ser maior, mas os resultados podem variar de pessoa para pessoa.

 

Receita caseira para o cabelo crescer

 

Ingredientes 

  • 1 colher de óleo de jojoba
  • 60 ml de gel de babosa
  • 15 gotas de óleo essencial de alecrim
  • 10 gotas de óleo essencial de cedro-das-atlas (cedrus atlântica)

Como fazer 

Misture muito bem todos os ingredientes e passe no couro cabeludo na noite anterior à lavagem do cabelo, fazendo uma suave massagem. Guarde o que sobrar em local fresco, em um recipiente de vidro escuro.

Autoria e outros dados (tags, etc)


O poder purificante dos Aspargos

por Fernando Ramos, em 23.07.16

Os aspargos são conhecidos pelo seu poder purificante devido às suas propriedades diuréticas e drenantes que ajudam a eliminar o excesso de toxinas do corpo. Além disso, o aspargo tem uma substância, conhecida como asparagina que, juntamente, com a grande quantidade de água ajudam a desintoxicar o corpo.

Além disso, os aspargos também são ricos em fibras que facilitam o funcionamento do intestino e a eliminação das fezes, o que facilita mais ainda a eliminação de toxinas.

 

O poder purificante dos Aspargos

 

Principais benefícios dos aspargos

Outros benefícios importantes dos aspargos são:

  1. Ajudar a combater problemas de vesículas e rins, por ter ação diurética;
  2. Desinchar o corpo, também devido a ser diurético;
  3. Prevenir o câncer, pois tem antioxidantes;
  4. Ajudar a combater a artrite reumatoide porque é anti-inflamatório;
  5. Combater a diabetes por facilitar a ação do hormônio insulina;
  6. Prevenir doenças cardiovasculares por ajudar a diminuir os níveis de homocisteína.

Os aspargos podem ser consumidos ao natural, mas também existem aspargos em conserva que são utilizados, especialmente, como acompanhamento para pratos simples ou refinados, pois mantêm o seu baixo teor calórico ao mesmo tempo que os enriquecem com muitos minerais. Os aspargos em conserva não devem ser cosumidos por quem tem pressão alta, pois geralmente contêm muito sal.

Como preparar aspargos

Os aspargos podem ser preparados para usar em purê, sopas, saladas ou ensopados, por exemplo. Existem diferentes receitas, por isso, se apresenta um exemplo de receita para usar aspargos, como acompanhamento de carnes ou peixe.

Receita de aspargos com amêndoa

Ingredientes:

  • 2 colheres de sopa de amêndoas lascadas
  • 1 kg de aspargos lavados e aparados
  • Meia colher de chá de raspa de laranja
  • 1 colher de sopa de suco de laranja
  • 1 colher de chá de suco de limão
  • 2 colheres de sopa de azeite
  • sal e pimenta a gosto

Modo de preparo:

Pré-aquecer o forno a 190 ºC. Torrar as amêndoas num tabuleiro antes de ir ao forno por 4 a 5 minutos ou até ficarem douradas. Cozer os aspargos até ficarem estaladiços e tenros, cerca de 4 a 5 minutos. Transferir os aspargos quentes para uma taça ou assadeira. Misturar a raspa de laranja, o suco de laranja, o suco de limão, o azeite, o sal e a pimenta colocando essa mistura por cima dos aspargos e por fim colocar as amêndoas.

Veja outros alimentos diuréticos que ajudam a purificar o organismo: Alimentos diuréticos.

Autoria e outros dados (tags, etc)

 

O congelamento de verduras e legumes é uma boa alternativa para guardar esses alimentos por mais tempo e manter seus nutrientes. Quando congelados corretamente, os legumes duram em média de 6 meses, e os temperos como alho e cebola, 1 mês.

Congelar os legumes é útil para aproveitar as sobras ou os vegetais da época, além de facilitar o preparo de saladas e de refeições rápidas. Alguns exemplos de legumes que podem ser congelados são cenoura, brócolis, beterraba e pimentão.

Tipos de congelamento e formas de consumo para cada vegetal

O tipo de congelamento é específico para cada legume, pois alguns precisam ser congelados crus, enquanto outros precisam ser cozidos ou escaldados. Da mesma forma, após o descongelamento alguns vegetais só podem utilizados cozidos ou refogados.

Assim, a tabela abaixo indica o modo de preparo de alguns vegetais para o congelamento e como eles podem ser utilizados depois de descongelar.

Alimento Congelado Para congelar Preparação culinária
Cebola, salsinha Lavar e picar Saladas ou preparação de alimentos
Manjericão Escaldar Saladas ou molhos
Cenoura, pimentão, vagem, brócolis, espinafre Lavar, cortar e escaldar

Saladas refogadas, sopas ou cozidos de carne

Batata, batata doce, abóbora, mandioquinha Lavar, cortar e escaldar Cozidos, assados, sopas, purês ou batatas fritas
Tomate Lavar Molhos ou refogados de carnes
Beterraba Lavar e escaldar Cozidos ou sopas
Berinjela Lavar, cortar e escaldar Saladas refogadas ou sopas
Couve, abobrinha, nabo Lavar, cortar e escaldar Saladas refogadas, sopas, cozidos ou refogados de carnes
Feijão Cozinhar e congelar com caldo Temperar e aquecer até ferver
Milho, ervilha Lavar e escaldar Saladas refogadas, molhos ou cozidos de carnes

A seguir, está uma lista de passos para congelar corretamente os legumes.

Como preparar os legumes para congelar

  • Comprar legumes de boa qualidade e frescos;
  • Retirar as cascas não comestíveis e lavar bem os legumes;
  • Cortar os legumes na maneira que preferir para utilizá-los depois, por exemplo em cubos ou em rodelas.

O que fazer para poder se congelar por mais tempo

Após o preparo dos legumes, é necessário escaldar e depois dar um choque térmico para que eles não estraguem e para que a cor e os nutrientes se mantenham durante o tempo de congelamento. Esse procedimento também chamado de branqueamento, e para fazê-lo deve-se:

  • Colocar os legumes por cerca de 30 segundos a 2 minutos em água fervendo;
  • Retirar os legumes da água e colocá-los em uma bacia com água e gelo;
  • Secar os legumes em um pano limpo.

Congelar os legumes ainda com excesso de água irá deixá-los com uma textura mais mole após o descongelamento.

 

Cortar os legumes para o congelamentoCortar os legumes para o congelamento
Armazenar no saco com nome e dataArmazenar no saco com nome e data

 

Como embalar os legumes para congelar

Os legumes podem ser embalados em sacos de congelamento ou em recipiente de plástico ou vidro com tampa. Nessa etapa, é preciso tomar os seguintes cuidados:

  • Embalar apenas a quantidade que será utilizada depois, pois os legumes grudam um no outro durante o congelamento;
  • Retirar todo o ar do saco de congelamento e fechar bem;
  • Se congelar em depósitos, deve tampá-los bem para que o cheiro dos legumes não passe para outros alimentos do congelador.

Os vegetais congelados acumulam água e não ficam mais crocantes como quando estão frescos, por isso o ideal é que sua utilização seja em preparações cozidas ou assadas.

Como congelar temperos e ervas

O processo de congelar as verduras utilizadas como temperos, como cebola, alho, manjericão e alecrim, inclui lavar, cortar e secar bem antes de embalar para o congelamento, não precisando da etapa de choque térmico. É importante destacar que o processo de secagem dos temperos deve ser muito bem feito, pois congelar as ervas ainda úmidas fará com que elas não fiquem com uma boa aparência após o congelamento.

Outra forma de congelar as ervas é colocá-las em formas de gelo e completar com água ou azeite, retirando os cubinhos de acordo com a necessidade de uso. Veja também Como congelar polpa de fruta.

 

Lavar e cortar as ervasLavar e cortar as ervas
Amarzenar em recipiente com tampaAmarzenar em recipiente com tampa

 

Como descongelar os legumes e os temperos

Os legumes devem ser descongelados antes de serem utilizados, e a melhor forma para fazer o descongelamento é colocá-los na geladeira um dia antes do uso. Se quiser fazer um descongelamento mais rápido, coloque o saquinho de legumes em água fria.

Os temperos em forma de folhas, como manjericão e salsa, podem ser adicionados triturados ainda congelados, apertando o saquinho onde foram guardados. Eles também podem ser adicionados diretamente em preparações com água, como sopa e feijão, mas a cebola e o alho, por exemplo, precisam ser descongelados antes do uso.

Autoria e outros dados (tags, etc)


SUMO DE ROMÃ

por Fernando Ramos, em 21.07.16

 

A romã contém 7 vezes mais antioxidantes que o chá verde e que o vinho tinto e por isso ela é ótima para combater o envelhecimento precoce. http://www.tuasaude.com/suco-de-roma-para-combater-o-envelhecimento/

Suco de romã para combater o envelhecimento

O suco de romã é um excelente remédio caseiro para combater o envelhecimento.

Ingredientes

  • 5 romãs
  • 500 ml de água

Modo de preparo

Bater no liquidificador toda a polpa da romã, juntamente com a água, adoçar e beber a seguir.

O romã além de ser uma fruta deliciosa é um poderoso antioxidante que ajuda a eliminar todas as toxinas do organismo, proporcionando a regeneração celular e deixando a pele mais bonita e saudável. Quanto menos toxinas tiver o organismo, mais disposição e energia se tem para as tarefas diárias. Beba pelo menos 1 copo desse remédio caseiro diariamente e aproveite todos os benefícios dessa maravilhosa fruta.

Autoria e outros dados (tags, etc)


ABÓBORA

por Fernando Ramos, em 18.07.16

 

"ADEUS COLESTEROL, GLICEMIA, LIPÍDIOS E TRIGLICERÍDEOS" Um segredinho revelado...POR UM MÉDICO. Alguns anos atrás, um ex-professor meu mostrou-me uma análise de sangue; o que eu vi me deixou impressionado. Os cinco principais parâmetros do sangue, ou seja: ureia, colesterol, glicemia, lipídios e triglicerídeos apresentavam valores que, em muito excediam os níveis permitidos. Comentei que a pessoa com aqueles índices já deveria estar morta ou, se estava viva, isto seria apenas por teimosia. O professor, então, mostrou o nome do paciente que, até então, tinha sido ocultado pela sua mão. O paciente era ele mesmo! Fiquei estupefato! E comentei: "Mas como? E o que você fez?". Com um sorriso ele me apresentou a folha de uma outra análise, dizendo: "Agora, olhe esta, compare os valores dos parâmetros e veja as datas". Foi o que eu fiz. Os valores dos parâmetros estavam nitidamente dentro das faixas recomendadas, o sangue estava perfeito, impecável, mas a surpresa aumentou, quando olhei as datas; a diferença era de apenas um mês (entre as duas análises da mesma pessoa)! Perguntei: "Como conseguiu isso? Isso é, literalmente, um milagre!" Calmamente, ele respondeu que o milagre se deveu a seu médico, que lhe sugeriu um tratamento obtido de outro médico amigo. Este tratamento foi utilizado por mim mesmo, várias vezes, com impressionantes resultados. Aproximadamente, uma vez por ano, faço análise de meu sangue e, se algum dos parâmetros estiver apresentando tendência ao desarranjo, volto imediatamente a repetir esse processo. Sugiro que você o experimente. Aqui está o SEGREDO: Por 4 semanas consecutivas, compre na feira ou em supermercado, pedaços de abóbora. Não deve ser a abóbora moranga e sim a abóbora grande, que costuma ser usada para fazer doce. Diariamente, descasque 100 gramas de abóbora, coloque os pedaços no liquidificador (cru), junto com água (SÓ ÁGUA!), e bata bem, fazendo uma vitamina de abóbora com água. Tome essa vitamina em jejum, 15 a 20 minutos antes do desjejum (pequeno almoço/café da manhã). Faça isso durante um mês, toda vez que o seu sangue precisar ser corrigido. Poderá controlar o resultado, fazendo uma análise antes e outra depois do tratamento com a abóbora. De acordo com o médico, não há qualquer contra-indicação, por tratar-se apenas de um vegetal natural e água (não se usa açúcar!). O professor, estudou a abóbora para saber qual ou quais ingredientes ativos ela contém e concluiu, pelo menos parcialmente, que nela está presente um solvente do colesterol de baixo peso molecular: o colesterol mais nocivo e perigoso - LDL . Durante a primeira semana, a urina apresenta grande quantidade de colesterol LDL (de baixo peso molecular), o que se traduz em limpeza das artérias, inclusive as cerebrais, incrementando, assim, a memória da pessoa.." ABÓBORA... Não faça disso um segredo... DIVULGUE! — com Paulo Calux.

Autoria e outros dados (tags, etc)


ORÉGANO

por Fernando Ramos, em 18.07.16

oregano.jpg

 

Autoria e outros dados (tags, etc)


PRÓSTATA AUMENTADA

por Fernando Ramos, em 16.07.16

A próstata aumentada, cientificamente chamada de hiperplasia prostática benigna, é comum nos homens acima dos 50 anos de idade. Ela não causa infertilidade, não é câncer e não aumenta as chances de desenvolver o câncer de próstata, mas precisa ser tratada. Veja como é o tratamento em:http://www.tuasaude.com/prostata-aumentada/
Próstata aumentada

A próstata aumentada, cientificamente chamada de hiperplasia prostática benigna, é comum nos homens acima dos 50 anos de idade e gera sintomas como dificuldade ao urinar e pode ser tratada com a toma de remédios para próstata ou cirurgia.

A próstata aumentada não causa infertilidade, não é câncer e não aumenta as chances de desenvolver o câncer de próstata. 

Sintomas da próstata aumentada 

Os sintomas da próstata aumentada geralmente incluem:

  • Dor ao urinar;
  • Incontinência urinária;
  • Dificuldade para urinar;
  • Vontade repentina de urinar;
  • Fluxo da urina mais lento e mais fraco;
  • Necessidade de fazer força para urinar;
  • Aumento da vontade de urinar durante a noite;
  • Presença de gotas de xixi na roupa íntima após urinar.

A próstata aumentada geralmente é causada pelo processo natural do envelhecimento e o seu diagnóstico pode ser feito através do exame toque retal e através da avaliação dos resultados do PSA sanguíneo, solicitado pelo médico.

O melhor médico para diagnosticar e tratar a próstata aumentada é o urologista.

Tratamento para próstata aumentada

O tratamento para próstata aumentada depende da gravidade da doença mas pode ser baseado na observação da evolução do problema, na toma de medicamentos ou cirurgia.

Nos casos mais leves, o médico poderá indicar que o paciente tenha alguns cuidados como: 

  • Reduzir o estresse.;
  • Urinar sempre que tiver vontade;
  • Evitar o consumo de bebidas alcoólicas e de cafeína;
  • Evitar beber muitos líquidos de uma só vez e antes de dormir;
  • Evitar medicamentos descongestionantes e anti-histamínicos;
  • Fazer exercícios físicos e fisioterapia para fortalecer os músculos pélvicos e
  • A partir dos 50 anos, fazer todos os anos o exame da próstata.

Alguns exemplos de remédios para próstata aumentada são:

  • Alfa-bloqueadores como doxazosina, prazosina, tansulosina, terazosina e alfuzosina: ajudam a relaxar os músculos da próstata, facilitando o ato de urinar;
  • Finasterida (Proscar): reduz os hormônios masculinos e diminui o tamanho da próstata, mas pode causar impotência;
  • Antibióticos: nos casos de inflamação da próstata associada ao aumento da próstata.

cirurgia de próstata está indicada nos casos mais graves, tendo como opções:

  • Prostatectomia simples: é retirada a parte interna da próstata através de uma cirurgia abdominal;
  • Ressecção transuretral de próstata: é a cirurgia mais comum, onde é introduzido um aparelho pela uretra, através da genitália masculina e a próstata é removida em partes;
  • Incisão transuretral de próstata: onde é inserido um aparelho pela genitália masculina até a próstata e é feito um pequeno corte na próstata para aumentar a abertura da uretra, facilitando a saída da urina.

Geralmente a cirurgia da próstata é eficaz mas só deve ser realizada em último caso se os outros tratamentos não alcançarem a cura da doença.

Link útil:

Mais sobre este assunto

PSA

Compartilhar no Facebook
 
publicidade
 (Ginecologista)

O PSA - Antígeno Prostático Específico é um exame que serve para diagnosticar alterações na próstata como prostatite, câncer de próstata e:

  • Hipertrofia prostática benigna;
  • Retenção de urina aguda;
  • Biópsia prostática por agulha e
  • Ressecção trans-uretral da próstata.

Uma alteração nos valores de PSA no sangue não determina se o indivíduo está com câncer de próstata ou não pois a cada 10 indivíduos com câncer de próstata, 4 apresentam valores de PSA normais. Para ter certeza do diagnóstico de câncer prostático o exame do toque retal e a biópsia da próstata são os mais indicados.

Valores do exame PSA

  Idade Valores normais
Brancos
  • 40 a 49
  • 50 a 59
  • 60 a 69
  • 70 a 79
  • de 0,0 até 2,5
  • de 0,0 até 3,5
  • de 0,0 até 4,5
  • de 0,0 até 6,5
Negros
  • 40 a 49
  • 50 a 59
  • 60 a 69
  • 70 a 79
  • de 0,0 até 2
  • de 0,0 até 4
  • de 0,0 até 4,5
  • de 0,0 até 5,5
Amarelos
  • 40 a 49
  • 50 a 59
  • 60 a 69
  • 70 a 79
  • de 0,0 até 2
  • de 0,0 até 3
  • de 0,0 até 4
  • de 0,0 até 5

 

Qualquer alteração nestes valores podem indicar a necessidade de repetição do exame.

Autoria e outros dados (tags, etc)


STRESS

por Fernando Ramos, em 15.07.16

 

Autoria e outros dados (tags, etc)


Chá! Use e abuse!

por Fernando Ramos, em 14.07.16

Chá! Use e abuse!

 

O chá é o melhor ajudanta paraperder peso! Hidrata e ajuda a manter o apetite bem longe!

 

Qualquer bebida quente e light pode ter estas características. O facto de ser quente é saciante e quando a acompanhar refeições reduz a assimilação de gorduras e o facto de ser líquido, hidrata.

 

Mas o chá é o rei das bebidas nas dietas. É barato e pode conter substâncias naturais óptimas para drenar, regular o intestino, perder o apetite, e até perder gorduras localizadas.

 

Seguem-se alguns exemplos das plantas que podemos tomar em infusões e seus benefícios:

Drenante (para a retenção de líquidos):

Cavalinha, Folha de vidoeiro, Folha de bolbo, Flor de hibisco.

 

Quando tomar estes chás, a sua bexiga vai funcionar muito…faça-lhe a vontade!

Laxante(regula o intestino):

Sene.

Redutor de colestrol :

Flor de hibisco.

Antioxidante:

Alfafa.

REdutor perímetro abdominal:

Folha de oliveira.

 

Obvio que o efeito dos benefícios do chá só se vai notar após toma continuada e mantendo uma alimentação equilibrada. E preferencialmente com prática de exercício físcio. Nada se consegue sem trabalho!

 

 

http://www.pesoidealonline.com/

Autoria e outros dados (tags, etc)


Alimentação para hipertenso

por Fernando Ramos, em 10.07.16
Alimentação para hipertenso 
 
Dieta rica em verduras é uma das recomendações para hipertensos
A alimentação é fundamental para manter a saúde de quem sofre de hipertensão. A Sociedade Brasileira de Hipertensão (SBH), em parceria com a Secretaria de Atenção à Saúde do Ministério da Saúde, divulgou 10 passos para que os portadores de pressão alta e de diabetes tenham uma alimentação mais saudável.


1º passo - Estabeleça horários para as refeições distribuindo-as em cinco a seis refeições por dia. Não pule as refeições, evitando ficar sem se alimentar por muito tempo e comer “dobrado” depois.

 

2º passo - Consuma tipos variados de legumes, verduras e frutas. Use sempre aqueles de coloração intensa como o verde escuro e o amarelo.

 

3º passo - Escolha alimentos ricos em fibras, como verduras, frutas e legumes, leguminosas (feijões), cereais integrais como arroz, pão e farinhas (aveia, trigo).

 

4º passo - Evite os alimentos ricos em açucares como doces, refrigerantes, chocolates, balas e outras guloseimas.

 

5º passo - Consuma pouco sal de cozinha. Evite alto teor de sal, temperos prontos e alimentos industrializados. Prefira ervas (salsa, coentro, cebolinha e orégano), especiarias e limão para tornar as refeições mais saborosas. Habitue-se a não usar o saleiro à mesa.

 

6º passo - Diminua o consumo de gordura e evite o excesso de manteiga e margarina. Evite frituras e alimentos industrializados que contém gordura vegetal hidrogenada entre seus ingredientes (veja essa informação no rótulo).

 

7º passo - De preferência para: leite desnatado, queijos brancos, carnes magras e alimentos preparados com pouco óleo e gorduras. Se possível, prefira também alimentos grelhados e cozidos no lugar das frituras.

 

8º passo - Pare de fumar e modere na quantidade ingerida de bebidas alcoólicas.

 

9º passo - Beba bastante água.

 

10º passo - Mantenha um peso saudável. Para isso, meça regularmente seu Índice de Massa Corporal (IMC), que é o peso dividido pela altura ao quadrado.

Autoria e outros dados (tags, etc)


Mais sobre mim

foto do autor



Arquivo

  1. 2016
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2015
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2014
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2013
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D



Favoritos