Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]





IMPOTÊNCIA - SUMO

por Fernando Ramos, em 30.06.16

A impotência sexual masculina, ou disfunção erétil, é a incapacidade de iniciar e manter uma ereção em, pelo menos, metade das tentativas de contato íntimo, podendo também ser considerada a interrupção das tentativas durante a relação. Saiba mais em:http://www.tuasaude.com/busca/?s=impotencia

Impotência tem cura

 (Ginecologista)

Impotência tem cura, existindo sempre um tratamento para os mais variados casos.  Após avaliação das causas, o médico urologista definirá a melhor opção de tratamento, tendo como opções a terapia em casal, uso de remédios, injeções, aparelhos de vácuo e em último caso, cirurgia para colocação de prótese peniana.

É importante destacar que a manutenção da qualidade de vida e saúde é de fundamental importância para evitar a impotência. O controle do sedentarismo, obesidade, estresse, colesterol, hipertensão arterial e diabetes são imprescindíveis. Deve-se evitar também o uso de drogas, cigarro e consumo exagerado de álcool.

Impotência psicológica tem cura

Impotência psicológica tem cura, devendo ser tratada através do acompanhamento psicológico ou psiquiátrico, de preferência em casal. 

A causa psicológica é bastante frequente, podendo acontecer em consequência de excesso de trabalho, estresse, más experiências sexuais ocorridas na infância ou mesmo na vida adulta. Muitas vezes a impotência está relacionada a um evento específico e tem um início repentino, como após separação conjugal, alteração do afeto pela parceira ou problemas financeiros. 

Normalmente nos casos de impotência psicológica, as ereções matinais e noturnas são mantidas, sendo necessário a toma de remédios apenas se houver alguma outra causa orgânica associada.

Impotência devido a diabetes tem cura

Impotência devido a diabetes tem cura, sendo necessário manter controlado todos os fatores relacionados à doença. As alterações vasculares, complicações neurológicas, fatores psicológicos, alterações hormonais e efeitos colaterais dos medicamentos típicos da diabetes, devem estar devidamente controlados.

O tratamento da impotência devido a diabetes é feito através do controle dos valores de açúcar e da pressão arterial, manutenção do peso ideal, prática de exercícios físicos e idas periódicas ao médico.

Impotência feminina tem cura

Impotência feminina tem cura, sendo o tratamento mais eficaz após identificação das causas, que podem ser psicológicas, desequilíbrios hormonais, malformações de nascença, infecções, menopausa ou cirurgia após retirada dos ovários. 

Se a causa da impotência feminina for orgânica, o tratamento será baseado na toma de remédios ou hormônios. Caso se trate de uma impotência psicológica, será mais indicado a psicoterapia em casal. A fisioterapia também podem ser realizada para o fortalecimento dos músculos pélvicos, fazendo com que a mulher tenha mais prazer durante as relações. 

Impotência pelo cigarro tem cura

Impotência pelo cigarro tem cura, sendo o primeiro passo para o tratamento, parar de fumar. O cigarro reduz o fluxo de sangue nos vasos sanguíneos do órgão sexual masculino, dificultando a ereção ou chegando mesmo a impedi-la, causando a impotência.

Essas alterações podem acontecer lentamente, mas tudo dependerá do número de cigarros fumados por dia,  tempo de tabagismo e associação com outros fatores de risco como hipertensão arterial e diabetes. 

O médico também pode prescrever algum tipo de tratamento para ajudar a parar de fumar ou remédios que atuam diretamente no órgão masculino durante o contato íntimo, como  sildenafil e cloridrato de apomorfina. 

Busca por impotencia

Impotência tem cura
Impotência tem cura, existindo sempre um tratamento para os mais variados casos.  Após avaliação das causas, o médico urologista definirá a melhor...

Diabetes causa impotência?
Diabetes pode causar impotência pois o portador desta doença sofre uma série de alterações vasculares, nervosas, hormonais e psicológicas. Estima-se que...

Remédio para impotência
Orviax é um remédio para impotência, considerado um remédio natural para impotência por tratar-se de de um medicamento fitoterápico, feito com princípios...

Suco para impotência
Um delicioso suco para combater a impotência sexual é o de abacate com amendoim porque ele é um ótimo energético, rico em vitamina E que atua nos...

Sintomas de impotência sexual
Os sintomas de impotência sexual masculina são: Dificuldade ou falta de ereção Incapacidade de manter a ereção por tempo suficiente para um...

Impotência sexual masculina
O que é: A impotência sexual masculina, ou disfunção erétil, é a incapacidade de iniciar e manter uma ereção em, pelo menos, metade das tentativas de...

Causas da impotência sexual
A impotência sexual masculina normalmente ocorre devido a um comprometimento vascular, a distúrbios neurológicos, a medicamentos, a anormalidades do pênis...

Impotência sexual feminina
O que é: A impotência sexual feminina é o fracasso na obtenção da excitação sexual, apesar de ter tido um estímulo adequado. Causas da impotência...

Suco para impotência sexual
O suco de mamão com kiwi é um ótimo remédio caseiro para a impotência sexual. Ingredientes 3 kiwis sem casca 1 mamão médio (sem sementes) 1 copo...

Remédio para impotência sexual
Prelox é um remédio totalmente natural para impotência sexual masculina à base de L carnitina e pycogenol. O remédio aumenta prazer sexual, por...

Tratamento para impotência sexual
O tratamento para impotência sexual masculina pode incluir: Tratamento psicológico: Se a causa da impotência for stress, ansiedade,...

Chá para impotência sexual
O chá de catuaba é um excelente remédio caseiro para aumentar a libido e diminuir a impotência sexual masculina, melhorando o desempenho na...

Culinária para impotência sexual
A impotência sexual masculina é um distúrbio que impossibilita a ereção do pênis e a culinária é uma arma simples para tratar este problema.O alho, a...

Exercício para impotência sexual
O exercício para a impotência sexual masculina ou feminina subdivide-se em três etapas, e é baseado na percepção das sensações. Esta...

Suco de romã para impotência sexual
Um excelente remédio caseiro para impotência sexual é tomar diariamente 1 copo de suco de romã. Veja a receita: Ingredientes 5 romãs  500 ml de...

Suco afrodisíaco para combater a impotência
O suco afrodisíaco para combater a impotência feita com catuaba é um ótimo remédio caseiro para manter a sua vida sexual saudável. Ingredientes 1...

Dormir mal pode causar impotência
Um estudo recentemente publicado pela Universidade de Harvard, dos Estados Unidos, afirma que dormir mal devido a síndrome das pernas inquietas, pode causar a...

Remédio natural para impotência sexual
Um ótimo remédio totalmente natural para tratar a impotência sexual masculina ou feminina é um xarope caseiro. Ingredientes 1 xícara e meia de mel...

Remédio caseiro para impotência sexual
Um excelente remédio caseiro para a impotência sexual masculina é o chá de alecrim, com chapéu de couro e catuaba porque estas plantas...

Tratamento para câncer de intestino
O tratamento para câncer de intestino pode ser feito com cirurgia, quimioterapia, radioterapia ou imunoterapia, dependendo da localização, tamanho...

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

Fumar após AVC aumenta até 3 vezes o risco de morte

    1.   Foto: Getty Images

Segundo pesquisa, cerca de 53% dos pacientes voltam a fumar regularmente após um AVC
Foto: Getty Images

 

Os pacientes que voltam a fumar depois de um acidente vascular cerebral (AVC) aumentam o risco de morte em até três vezes. É isso que afirma uma pesquisa dirigida por Furio Colivicchi, do Hospital San Filippo Neri, em Roma, Itália, apresentado no Congresso da Sociedade Europeia de Cardiologia. "Já está bem comprovado que o tabagismo aumenta o risco de derrame. Parar de fumar depois de um acidente vascular cerebral isquêmico agudo pode ser mais eficaz do que qualquer medicamento para reduzir o risco de outros efeitos adversos", garante Colivicchi.

 

O objetivo do estudo foi avaliar os efeitos da retomada do fumo depois de um AVC e observar quantos pacientes são mais propensos à recaída. Os cardiologistas do hospital contaram com a colaboração de neurologistas da Fundação Santa Lucia de Roma, para acompanhar 921 pacientes (584 homens e 337 mulheres, com idade média de 67 ± 16 anos) que relataram ser fumantes regulares antes de serem hospitalizadas por acidente vascular cerebral isquêmico agudo.

 

Todos os pacientes pararam de fumar enquanto estavam no hospital e declararam-se motivados a manter a abstinência quando fossem liberados. Além disso, eles passaram por pequenas sessões de aconselhamento para largarem o tabagismo enquanto estavam internados, mas isso, assim como a reposição de nicotina, era cessada depois da alta. Os pacientes foram entrevistados novamente após um, seis e 12 meses depois. Ao final do primeiro ano 493 (53%) havia voltado a fumar regularmente. Os pacientes mais velhos e as mulheres tinham mais probabilidade de recaída.

 

Dentro de um ano 89 pacientes morreram, o que equivale a uma probabilidade de morte de 9,6%. Após o ajuste para idade do paciente e outras variáveis clínicas, tais como a gravidade do AVC, a presença de diabetes, hipertensão ou doença arterial coronariana, os pesquisadores descobriram que retomar fumar eleva o perigo de uma pessoa morrer em cerca de três vezes em comparação com pacientes que não recaída. Além disso, quanto mais cedo um paciente reincidente, maior será o risco de sua morte acontecer dentro de um ano. "Aqueles que voltaram a fumar dentro de 10 dias após a saída do hospital tinham cinco vezes mais probabilidade de morrer dentro de um ano do que aqueles que continuaram a abster-se", disse Colivicchi.

 

Segundo o especialista, os resultados do estudo sugerem que lagar o tabagismo deve ser encarado com mais seriedade pelos profissionais de saúde, que devem fazer intervenções e tratamentos para ajudar o paciente a ter sucesso no desafio de abandonar de vez o cigarro. “Um programa bem sucedido deve ter uma abordagem de longo prazo, incluindo terapia individual, apoio pós-alta e tratamento farmacológico", defende ele.

Autoria e outros dados (tags, etc)


GENGIBRE

por Fernando Ramos, em 29.06.16

 

Gostam de Gengibre? Costumam usar na vossa comida ou em chá?

Segundo um estudo realizado pela Universidade do Colorado, em Denver, o gengibre ajuda na protecção da mucosa dos órgãos digestivos, sendo também eficaz no alívio de náuseas. 

O chá de gengibre é usado para tratar a obstipação, uma vez que auxilia na estimulação do tracto digestivo. De acordo com alguns especialistas em saúde, não se deve consumir mais do que 4 gramas por dia. De preferência cru e não seco.

Usado há 5000 anos pelos chineses, o gengibre tem muitas outras propriedades na saúde, sendo eficaz contras as constipações e herpes. Melhora a circulação e ajuda a reduzir o colesterol

Autoria e outros dados (tags, etc)


INTESTINO – O NOSSO SEGUNDO CÉREBRO

por Fernando Ramos, em 29.06.16

INTESTINO – O NOSSO SEGUNDO CÉREBRO

 

https://osegredo.com.br/2016/05/intestino-o-nosso-segundo-cerebro/

(Artigo tirado neste site)

Recebi alguns pedidos para escrever sobre transtornos alimentares e decidi começar informando sobre esse importante órgão do nosso sistema digestivo – o intestino.

Responsável pelo nosso bem estar, a serotonina talvez seja o neurotransmissor mais famoso do nosso organismo. O que pouca gente sabe é que a maior parte dela é produzida pelo intestino, que é o nosso segundo cérebro. Nós temos dois cérebros, um na cabeça e outro escondido em nossas entranhas. Os neurocientistas descobriram que o intestino também é capaz de se lembrar, ficar nervoso e dominar o seu nobre colega – o cérebro.

INTESTINO3

As células nervosas existentes no intestino não controlam apenas a digestão dos alimentos, elas são responsáveis por sensações comuns e que são sentidas diretamente nesse nosso órgão. Vejam alguns exemplos: Ao recebermos uma boa notícia ou, ao nos depararmos com a pessoa amada, um formigamento agradável nos invade – o famoso frio na barriga.  Por outro lado, as situações de tensão, medo ou angústia nos corroem por dentro. A repulsa em direção a algo ou alguém pode produzir náuseas e até mesmo provocar o vômito. Estas sensações têm explicação na ciência. Nosso intestino possui altíssima concentração de células nervosas, quase exatamente como a estrutura do cérebro. Ambos produzem substâncias psicoativas que afetam o humor, como os neurotransmissores serotonina e dopamina e vários opióides que modulam a dor.

O nosso cérebro abdominal e têm dois objetivos principais:

– Supervisionar o processo de digestão, promovendo o peristaltismo e a secreção dos sucos digestivos para digerir os alimentos, absorção e transporte de nutrientes e eliminação de resíduos.
– Apoiar o sistema imunológico na defesa do organismo.



INTESTINO1
O intestino libera substâncias químicas como a serotonina, por exemplo, em resposta à nutrição e digestão saudável. Quando comemos bem, com variedade e com uma contribuição proporcional de todos os nutrientes e se temos um almoço saudável (sem pressa, mastigando bem e sem distração) nosso sistema digestivo nos responde e nos agradece com uma sensação de bem-estar, dando-nos um bom suprimento de energia, vitalidade e otimismo. Por outro lado, se por algum motivo a digestão e/ou trânsito intestinal é lento e incompleto estamos acumulando resíduos, o que pode causar uma sobrecarga tóxica ou autointoxicação. Percebam que muitas vezes o bem, ou mal estar emocional pode estar intimamente ligado à qualidade da nossa alimentação. Já existem estudos que mostram que, o jejum superior a seis horas pode desenvolver quadros depressivos causados exatamente pela interrupção do funcionamento adequado do nosso sistema gastrointestinal.

São muito comuns os casos de diarreia e constipação que estão ligados a fatores emocionais. A Síndrome do Intestino Irritável, por exemplo, é uma doença crônica que afeta o intestino grosso, cuja causa ainda é desconhecida e tem sido tratada com Terapia Cognitivo Comportamental associada ao tratamento médico. Os sintomas são cólicas, gases associados à diarreia ou constipação. O quadro está intimamente ligado ao estresse e/ou à ansiedade.

Ao digerir os alimentos e as emoções, nosso intestino e nosso cérebro estão exercendo funções correlacionadas. Ansiedade e diarreia podem estar intimamente ligadas. Quem nunca teve uma dor de barriga diante de um evento amedrontador? Contrário a isso, a constipação parece estar sempre ligada aos indivíduos depressivos, que travam o extravasamento das suas emoções. Ao cuidar bem desse órgão tão representativo em nosso corpo, estamos garantindo u fluxo necessário para o bem estar. Ao perceber alguns dos sintomas descritos, procure imediatamente um gastroenterologista e passe a cuidar melhor do seu segundo cérebro. Além disso, facilite o bom funcionamento dele lapidando a forma de lidar com as suas emoções, para isso, nós, psicoterapeutas somos indicados.

 

https://osegredo.com.br/2016/05/intestino-o-nosso-segundo-cerebro/

 

Autoria e outros dados (tags, etc)


LINHAÇA

por Fernando Ramos, em 28.06.16

 

 

eNetural - Produtos Naturais
Costumam usar Sementes de Linhaça?

Sabiam que elas melhoram o sistema digestivo!
Pois é, a fibra das sementes de linhaça pode ajudar a aliviar a prisão de ventre.

Adicionar sementes de linhaça aos alimentos pode melhorar bastante o coração e o aparelho digestivo. Pode até ajudar a controlar o peso e a combater o cancro.
As sementes de linhaça, conhecidas no mundo há milhares de anos, podem ajudar a reduzir o colesterol, a estabilizar o açúcar no sangue, a minimizar a perda de massa óssea, a promover a perda de peso, a aumentar a imunidade e a combater o cancro

 
Foto de eNetural - Produtos Naturais.

Autoria e outros dados (tags, etc)


SUMO CONTRA INCHAÇO E EMAGRECER

por Fernando Ramos, em 27.06.16

Autoria e outros dados (tags, etc)


AGUA

por Fernando Ramos, em 27.06.16

 

Sabiam que...
2 copos de água depois de acordar ajuda a activar os órgãos internos.
1 copo de água 30 minutos antes de comer ajuda na digestão.
1 copo de água antes de tomar banho ajuda a baixar a pressão sanguínea.
1 copo de água antes de ir dormir evita ataques do coração.

E hoje, já beberam água?
 
 

Autoria e outros dados (tags, etc)


AGUA COM LIMÃO

por Fernando Ramos, em 26.06.16

lim.jpg

 

Autoria e outros dados (tags, etc)


PARA A TOSSE

por Fernando Ramos, em 26.06.16

 

Esta receita de remédio caseiro para combater a tosse, já vem da minha avó. É extremamente eficaz, barato e fácil de fazer. Sei que existem ouras receitas mas esta é a que eu uso!

Como funcionou sempre tão bem, não vejo necessidade de utilizar outras receitas e de comprar xaropes de farmácia. Para todos os membros da família, adultos ou crianças, para tosse seca ou com espectoração foi sempre apenas isto que utilizámos.

E ao fim do primeiro dia começa logo a notar-se o alívio da tosse.

Para fazerem o vosso xarope precisam de:

  • 1 cenoura média
  • 1 nabo
  • umas gotas de limão ( 8/10)
  • 3 colheres de sopa de açúcar amarelo
  • 2 colheres de sopa de mel

A preparação passa por descascar a cenoura e o nabo e cortar em rodelas finas e colocar numa taça funda (pois fará um bom bocado de "molho"). Por cima deite as gotas de limão, o açúcar e por fim o mel. Não mexa, deixe assim as camadas.

Depois é só aguardar um pouco e esperar que apareça o molho (+- 2 horas). 

Tome 2 colheres de sopa de xarope a cada 4 horas durante 4 ou 5 dias. Mas pode tomar mais vezes se a tosse for muito persistente e irritativa e a duração dos dias também pode ter de ser aumentada ou reduzida, pois é um remédio caseiro que a única contra indicação que tem é o facto de ser muito docinho ;)

Autoria e outros dados (tags, etc)


RECEITA SORO CASEIRO

por Fernando Ramos, em 25.06.16

Se ainda não possui esta colher medidora, peça no posto de saúde ou nas farmácias!
Para saber outras formas de medir a quantidade de sal e de açúcar, veja: http://www.tuasaude.com/receita-de-soro-caseiro/

Receita de soro caseiro

 (Nutricionista)

O soro caseiro, além de barato e simples de fazer, é uma excelente forma de evitar a desidratação causada por vômitos e diarreia. Confira a receita.

Receita do soro caseiro

Ingredientes:

  • 1 litro de água filtrada ou fervida;
  • 2 colheres (sopa) rasas de açúcar;
  • 1 colher (café) rasa de sal.

ou

  • 20g de açúcar branco;
  • 3.5g de sal;
  • 1 litro de água filtrada ou fervida.

ou

  • 1 medida rasa de açúcar, do lado maior da colher padrão;
  • 1 medida rasa de sal, do lado menor da colher padrão;
  • 200ml de água filtrada ou fervida.

Essa colher padrão é fornecida em qualquer posto de saúde ou na farmácia popular, gratuitamente.

Modo de preparo:

Misture todos os ingredientes e beba várias vezes ao dia. A durabilidade desse soro caseiro é de, no máximo, 24 horas e a quantidade que se deve beber é a equivalente à água perdida através do vômito ou diarreia.

Atenção: Ao provar o soro fisiológico caseiro, este não deve ser mais salgado que uma lágrima, por exemplo.

Para que serve o soro caseiro

O soro fisiológico caseiro serve para repor a água e os sais minerais perdidos vômitos e diarreias, comuns na gastroenterite e a dengue, por exemplo.

O soro caseiro é indicado para todas as idades e pode, inclusive, ser utilizado em cães e gatos, quando houver necessidade.

Link útil:

Autoria e outros dados (tags, etc)

Pág. 1/4



Mais sobre mim

foto do autor



Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D



Favoritos