Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]





PERA

por Fernando Ramos, em 30.08.16

 

A pera ajuda a melhorar o funcionamento do intestino e, por ser rica em água, também ajuda a manter o organismo sempre hidratado. Além disso, a pêra é uma importante fonte de potássio, mineral que tem efeito diurético contribuindo para a diminuição da retenção de líquidos.

Além de todos esses benefícios, a pêra contém ainda doses significativas de vitaminas A, C e do complexo B, que regulam o sistema nervoso e o aparelho digestivo. A fruta, graças ao seu conjunto de nutrientes, também evita a queda de cabelos e melhora alguns problemas de pele.
 
 

Autoria e outros dados (tags, etc)


O que são os triglicerídeos?

por Fernando Ramos, em 29.08.16

 http://melhorsaude.org/2015/12/29/triglicerideos/

O que são os triglicerídeos?

Os triglicéridos são a forma de gordura mais comum no nosso corpo, sendo usados para fornecer energia ao nosso organismo. Quando a quantidade de triglicérides está elevada, eles são armazenados nos tecidos adiposos (tecidos gordurosos) para o caso de serem necessários no futuro.

As gorduras acumuladas, por exemplo, nos quadris ou na barriga, são na verdade “armazéns” de triglicéridos que estão em excesso.

Os triglicéridos estão presentes em vários alimentos comuns da nossa dieta, mas a maior parte costuma ser produzida pelo nosso fígado. Quando comemos hidratos de carbono em excesso (doces, massas, pães, etc.), o fígado recolhe esses açúcares a mais e transforma-os em triglicéridos, para que possam ser armazenados nos tecidos adiposos, servindo como reserva energética.

Os triglicerídeos viajam pela corrente sanguínea ligados a uma proteína chamada VLDL (Very Low Density Lipoprotein), uma lipoproteína semelhante ao HDL e LDL que transportam o colesterol pelo sangue.

Qual a diferença entre colesterol e triglicerídeos?

A principal diferença entre o colesterol e os triglicerídeos é que os triglicerídeos são queimados e utilizados para criar mais energia quando necessário, enquanto que o colesterol é utilizado para importantes funções corporais, tais como auxiliar de digestão e a produção de hormonas.

Outra diferença fundamental entre os dois é que os níveis de colesterol são afetados pela quantidade de gordura que consumimos, e os níveis de triglicerídeos são afetados pela quantidade de calorias que ingerimos (mesmo que as calorias não venham de gorduras).

Qual é mais perigoso quando excesso? Colesterol ou triglicerídeos?

Bem, ambos são perigosos e podem levar a complicações similares, tais como doença cardíaca e acidente vascular cerebral, no entanto níveis elevados de colesterol têm provado levar a doenças cardíacas, e altos níveis de triglicerídeos tendem a ser um sinal de alerta. Uma das principais razões para isso pode ser devido ao facto de que é muito mais difícil baixar os níveis de colesterol do que os níveis de triglicerídeos.

Níveis sanguíneos de triglicerídeos

O excesso de triglicerídeos no sangue está associado à deposição de gorduras nos vasos sanguíneos e aterosclerose, aumentando o risco de doenças cardiovasculares.

Todas as pessoas  acima dos 20 anos devem medir os níveis de colesterol e triglicerídeos pelo menos uma vez a cada 5 anos.

Quais os valores normais de triglicéridos?

Os valores da concentração de triglicéridos no sangue classificam-se da seguinte forma:

  • Normal – abaixo de 150 mg/dL.
  • Moderado – entre 150 e 199 mg/dL.
  • Alto – entre 200 e 499 mg/dL.
  • Muito alto – maior ou igual a 500 mg/dL.

O que faz aumentar os triglicerídeos?

Os níveis de triglicerídeos podem aumentar por vários motivos. Algumas pessoas apresentam alterações genéticas que predispõem à hipertrigliceridemia, outras desenvolvem triglicerídeos altos secundariamente a uma dieta hipercalórica ou à presença de determinadas doenças. Entre as condições de saúde que mais frequentemente provocam hipertrigliceridemia estão:

  • Haver pessoas na família com os triglicéridos e colesterol elevados;
  • Maus hábitos alimentares (excesso de gorduras, doces e sal);
  • Obesidade;
  • Sedentarismo;
  • Tabagismo;
  • Pancreatite aguda;
  • Diabetes mellitus;
  • Hipotiroidismo;
  • Insuficiência renal crônica;
  • Síndrome nefrótica;
  • Dieta hipercalórica;
  • Consumo excessivo de álcool.

O uso regular de alguns medicamentos também pode provocar um aumento dos triglicerídeos, a saber:

  • Tamoxifeno
  • Corticoides
  • Betabloqueadores (propranolol, atenolol, carvedilol, bisoprolol, metoprolol…)
  • Diuréticos
  • Anticoncepcionais
  • Ciclosporina
  • Isotretinoína

MAIS PARTILHADOS melhorsaude.org melhor blog de saude

Quando aumentam os triglicéridos também aumenta o colesterol?

O aumento dos triglicerídeos pode ou não vir acompanhado de alterações no colesterol. As duas situações mais comuns são:

  • Triglicéridos e colesterol LDL ( colesterol mau ) elevados ou
  • Triglicerídeos elevados e HDL (colesterol bom) baixo.

O aumento isolado dos triglicéridos, sem alterações do colesterol, não é habitual.

É possivel ter triglicerídeos altos mesmo fazendo uma dieta saudável?

Existem algumas formas de hipertrigliceridemia familiar, que são alterações de origem genética, que fazem com que o paciente produza triglicéridos em excesso, independentemente da sua dieta.

Nestes casos é possível que o paciente apresente níveis graves de triglicéridos, às vezes acima dos 1000 mg/dL.

Quais os alimentos que fazem aumentar os triglicerídeos?

doces melhorsaude.org melhor blog de saude

Uma dieta rica em gorduras saturadas e carboidratos é um importante fator de risco para hipertrigliceridemia. Aconselha-se, por isso, uma alimentação pobre em gorduras, de forma a manter os níveis de triglicéridos normais. Deve evitar comer:

  • Alimentos gordos,
  • Cozinhados em manteiga ou óleo,
  • Fritos e refogados,
  • Produtos ricos em açúcar ou sal,
  • Carnes vermelhas (especialmente suíno),1
  • Enlatados e conservas,
  • Molhos sintéticos (contrariamente aos de ervas ou caseiros que não sejam apimentados).

Se tiver triglicéridos elevados, descrevemos de seguida alguns dos alimentos que deve evitar a todo o custo, a saber:

  • Refrigerantes ou qualquer outra bebida rica em açúcar
  • Bebidas alcoólicas
  • Doces e chocolate
  • Pão
  • Biscoitos
  • Massas e Pizzas
  • Batata
  • Gelados e Iogurte congelado
  • Tortas
  • Bolos
  • Leite integral
  • Fritos
  • Queijos gordurosos

Quando for comprar comida, procure ler as informações nutricionais no verso de cada alimento e evite produtos ricos nos seguintes açúcares:

  • Sacarose
  • Glicose
  • Frutose
  • Xarope de milho
  • Maltose
  • Melaço

A lista de alimentos acima descrita está longe do fim! Qualquer alimento rico em hidratos de carbono e/ou gorduras saturadas pode causar aumento dos triglicerídeos. Mais à frente, na parte de tratamento da hipertrigliceridemia, daremos alguns conselhos sobre a melhor dieta para baixar os triglicerídeos.

Quais os alimentos que pode comer?

Nos alimentos que pode consumir destacamos:

  • Café,
  • Chá,
  • Sumos de fruta naturais,
  • Leite desnatado,
  • Iogurtes magros ou naturais,
  • Queijos de cabra ou ovelha,
  • Pão integral,
  • Hortaliças,
  • Verduras e legumes,
  • Carne branca (sobretudo de aves),
  • Peixe,
  • Fruta.

Quais são os sintomas dos triglicerídeos altos?

Em geral, a hipertrigliceridemia não provoca sintomas. É impossível saber se seus triglicerídeos estão altos ou baixos sem realizar exames de sangue.

Pacientes com as formas familiares de hipertrigliceridemia, geralmente com valores de triglicéridos cronicamente acima dos 500mg/dL, podem apresentar xantomas, que são depósitos subcutâneos de colesterol sob a forma de nódulos ou placas amareladas, que ocorrem frequentemente nas palmas das mãos, ao redor dos olhos, nos pés ou nas articulações.

Quais as consequências da hipertrigliceridemia?

Embora a relação entre triglicéridos altos e risco cardiovascular tenha sido questionada no passado, com os actuais estudos tornou-se claro que pacientes com hipertrigliceridemia apresentam um maior risco de desenvolver doenças cardiovasculares, particularmente doenças coronárias.

Permanece incerto, porém, se esta associação é causada diretamente pelos triglicerídeos altos ou por outros fatores associados à hipertrigliceridemia, como obesidade, diabetes e níveis elevados de colesterol LDL e níveis baixos de colesterol HDL.

Níveis elevados de triglicerídeos também estão associados a um maior depósito de gorduras no fígado, provocando uma alteração conhecida como esteatose hepática. Valores bastantes elevados de triglicéridos podem desencadear uma infecção no pâncreas (pancreatite), que se manifesta por dor abdominal (barriga) intensa e numa fase posterior febre.

Quando os valores dos triglicéridos estão acima de 1000mg/dL, o paciente pode apresentar um quadro de pancreatite aguda com dor abdominal forte e posteriormente febre.

OS MAIS LIDOS melhorsaude.org melhor blog de saude

Qual o tratamento da hipertrigliceridemia?

O principal objetivo do tratamento da hipertrigliceridemia é reduzir o risco de doenças cardiovasculares. Ainda não se sabe se a simples redução dos valores dos triglicérides é suficiente para obter estes resultados.

Por isso, a “gestão” da hipertrigliceridemia deve sempre incluir medidas de tratamento que se sabe que são benéficas para pacientes com alto risco cardiovascular, a saber:

  • Dieta equilibrada
  • Prática de exercícios físicos
  • Perda de peso
  • Controle do diabetes
  • Controle do colesterol LDL e HDL

Que tipo de dieta consegue baixar os triglicerídeos?

Em relação à dieta, pacientes com triglicerídeos elevados devem evitar alimentos ricos em hidratos de carbono e gorduras.

Devem preferir os seguintes alimentos:

  • Fibras
  • Peixes e alimentos ricos em gordura insaturada e pobre em gorduras saturadas
  • Pães, biscoitos e cereais que contenham aveia, grãos integrais, cevada, milho, arroz ou trigo como primeiro ingrediente
  • Prefira o arroz integral e as massas à base de trigo integral
  • Nas bebidas, evite o álcool e os refrigerantes
  • Leite desnatado

Quando pensamos em baixar o colesterol LDL o mais importante é evitar alimentos gordurosos. Quando pensamos em baixar os triglicerídeos, limitar o consumo de hidratos de carbono e calorias é o tratamento mais eficaz.

O jejum intermitente ajuda a baixar os triglicerídeos?

Sim, um dos benefícios do jejum intermitente é baixar os niveis de triglicerídeos. Aconselha-se a começar pelo jejum mais fácil de fazer que dura 12 horas e começa após o jantar, inclui as horas de sono e continua até ao dia seguinte até perfazer 12 horas, Por exemplo acabar o jantar ás 20 h e não comer nada até ás 8 do dia seguinte. Este jejum é mais fácil mas deve ser feito diáriamente.

Leia o nosso artigo sobre JEJUM INTERMITENTE, 21 RESPOSTAS ESSENCIAIS e DESCARREGUE O LIVRO disponivel no final do artigo como oferta na nossa área reservada e fique a saber tudo.

JEJUM INTERMITENTE melhorsaude.org melhor blog de saude

Quais os medicamentos que baixam os triglicerídeos?

Nos doentes com  triglicerídeos acima de 200 mg/dL, o tratamento com medicamentos deve ser considerado. É importante destacar que o uso de nedicamentos para controlar a hipertrigliceridemia de modo algum exclui a necessidade do paciente mudar hábitos de vida.

Se não houver controle na dieta, perda de peso, controle do diabetes e aumento da carga de exercícios físicos, o beneficio do tratamento farmacológico ficará muito aquém do desejado.

Se além da hipertrigliceridemia o paciente também tiver níveis elevados de colesterol, o uso das estatinas, deve ser considerado. As mais usadas são:

  • Sinvastatina (Zocor®),
  • Pravastatina (Pravacol®),
  • Rosuvastatina (Crestor®),
  • Atorvastatina (Zarator®).

Estas drogas agem mais sob o colesterol, mas também tem algum efeito sobre os níveis de triglicéridos.

O que são os fibratos?

Os fibratos são drogas mais específicas para reduzir níveis de triglicerídeos, podendo alcançar reduções de até 70% em alguns casos. Estas drogas, porém, não agem sobre os valores de colesterol. Os mais utilizados são:

  • Gemfibrozil (Lopid®, Lipoite Forte),
  • Fenofibrato (Catalip®, Lipofen® e Supralip®)
  • Bezafibrato (Bezalip® e Bezalip Retard®),
  • Ciprofibrato (Fibranin® e Lipanor®).

Se houver necessidade de associar uma estatina a um fibrato, o Fenofibrato deve ser a droga de escolha pois apresenta menos riscos de interação medicamentosa.

Existem produtos naturais para baixar os triglicéridos?

Sim, suplementos ricos em óleo de peixe (ômega 3) também são eficazes para redução da hipertrigliceridemia. No entanto, para haver efeito, as doses devem ser elevadas, acima de doses 3 gramas por dia, o que significa pelo menos 4 cápsulas por dia.

Os óleos de peixe ômega 3 mais utilizados são:

  • Ácido eicosapentaenoico ( EPA )
  • Ácido docosaexaenoico ( DHA )

Alguns doentes não toleram doses muito altas de óleo de peixe, apresentando diarreia e cólicas abdominais.

Concluindo

Actualmente os triglicéridos podem ser medidos facilmente numa Farmácia perto de si, após um jejum, se possível, de 12 horas para conseguir um resultado mais rigoroso. Se se sente bem de saúde faça, pelo menos uma vez por ano, os testes para conhecer os seus valores em jejum de Glicémia, Colesterol e Triglicerídeos. Se estiver tudo bem óptimo…está de parabéns! Mas se algum desses valores estiver fora dos valores de referência então ainda vai a tempo de falar ao seu médico e corrigir o que for necessário para evitar problemas cardiovasculares muito graves! O ditado é antigo mas é verdadeiro:  Prevenir é o melhor remédio!

Fique bem!

Franklim Fernandes

Por favor PARTILHE esta informação que pode até salvar vidas!

Autoria e outros dados (tags, etc)


BEBA AGUA

por Fernando Ramos, em 28.08.16

 BEBA AGUA

 

 

BEBA AGUA

 

Autoria e outros dados (tags, etc)


ALHO

por Fernando Ramos, em 27.08.16

É bom aumentar o consumo de alho, já que esse alimento tem a capacidade de aumentar as defesas do nosso organismo, contribuindo com a melhora da imunidade. http://www.tuasaude.com/o-beneficio-medicinal-do-alho-para-o-coracao/

O benefício medicinal do alho para o coração

Compartilhar no Facebook
 
 
publicidade

O benefício medicinal do alho para o coração deve-se a presença de substâncias como a alicina que fluidifica o sangue e relaxa os vasos sanguíneos, e ajoene que possui ação anti-coagulante.

O alho, chamado cientificamente Allium Sativum, pode ser utilizado como planta medicinal sendo eficaz na prevenção e tratamento de doenças cardiovasculares porque diminui a pressão arterial, o mau colesterol, promove uma leve dilatação dos vasos sanguíneos facilitando a passagem do sangue e dificulta a coagulação sanguínea, sendo portanto eficaz na prevenção de trombos e eventos trombóticos.

Para aproveitar ao máximo as propriedades medicinais do alho, recomenda-se o seu consumo cru, pois estas propriedades perdem-se no processo de cozimento do alho. Pode-se tomar 1 cápsula de alho diariamente ou tomar 2 copos de água aromatizada de alho por dia para alcançar os mesmos benefícios.

Receita da água aromatizada de alho

Ingredientes

  • 1 dente de alho fresco, descascado e amassado
  • 100 ml de água

Modo de preparo

Coloque o dente de alho de molho no copo com 100 ml de água durante 6 a 8 horas (enquanto dorme, por exemplo) e tome em jejum, na manhã seguinte.

A alicina, é a substância ativa presente no alho responsável pelos seus benefícios medicinais, conferindo a ele também o seu intenso aroma. Para esta receita deve-se utilizar o alho cru.

Os benefícios do alho se estendem-se ainda ao sistema gastrointestinal reduzindo os processos de fermentação intestinal aliviando também o desconforto gástrico.

Autoria e outros dados (tags, etc)


ALIMENTOS A EVITAR

por Fernando Ramos, em 26.08.16

 

 
Veja como ter uma alimentação adequada em:http://www.tuasaude.com/alimentacao-saudavel/
 Alimentação para uma Boca Saudável
Compartilhar no Facebook
 
 
publicidade

A higiene oral é fundamental para a saúde da boca, porém um sorriso atraente e com aspecto saudável não depende só desse bom hábito. Para manter a boca livre de infecções ou qualquer outro problema, se deve ter cuidado com a alimentação.

Vegetais, frutas e cereais integrais possuem nutrientes que fortalecem os dentes e os tornam mais resistentes ao aparecimento de bactérias. Alguns vegetais por exemplo tem a capacidade de eliminar, durante a sua mastigação, os resíduos de outros alimentos que ficam na superfície dos dentes.

O leite e o queijo além de serem ricos em cálcio e fosfato, diminuem a acidez da boca protegendo e fortalecendo os dentes. Alimentos duros como maçã e cenoura promovem a limpeza dos dentes durante a mastigação.

A ingestão de água é muito importante, uma vez que a água potável é uma fonte natural de flúor, que ajuda a combater as cáries dentárias.

Um dentista deve ser consultado, para dar dicas sobre como melhorar a alimentação e ter uma boca saudável.

Autoria e outros dados (tags, etc)


SUMO DE BETERRABA COM MAÇA E GENGIBRE

por Fernando Ramos, em 25.08.16

Autoria e outros dados (tags, etc)


EMAGRECER - SUMO DETOX

por Fernando Ramos, em 24.08.16

http://www.tuasaude.com/suco-detox/

Suco Detox

Este suco detox de couve com limão é ótimo para ajudar a eliminar as impurezas do organismo e ajudar a emagrecer. Além nutritivo, este suco desintoxicante hidrata, melhora o transito intestinal e ajuda a controlar o apetite por causa das fibras.

Ingredientes

  • 1 folha de couve
  • suco de ½ limão
  • 1 pedaço pequeno de pepino sem casca e sem semente
  • 1 maçã vermelha sem casca
  • 150 ml de água de coco

Modo de preparo

Bata todos os ingredientes no liquidificador, coe e beba a seguir ligeiramente adoçado com açúcar.

Todos os ingredientes deste suco possuem propriedades antioxidantes e a couve é rica em fibras que auxilia no bom funcionamento intestinal, sendo muito útil para revigorar e limpar o organismo de todas as suas impurezas. Além de ser rico em vitaminas e sais minerais este suco detox é um ótimo remédio caseiro contra ressaca.

Autoria e outros dados (tags, etc)


CHÁ - EQUINÁCEA

por Fernando Ramos, em 23.08.16

A equinácea é ótima para prevenção ou tratamento de gripes e resfriados, infecções respiratórias, infecção urinária, candidíase, dor de dente, gengiva, artrite reumatóide, doenças virais ou bacterianas pois ela fortalece o sistema imunológico.
http://www.tuasaude.com/equinacea/ 

Equinácea

 (Farmacêutica)

A equinácea, de nome científico Echinacea purpurea (L.), é uma planta medicinal da famíliaAsteraceae, muito utilizada em decoração. Ela também é chamada de: flor-de-cone, púrpura e rudbéquia.

A euinácea pode ser utilizada como remédio caseiro para gripe, por exemplo.

Propriedades da equinácea

Rica em inulina, betaína, resina e glicose. Possui ação anti-inflamatória, antibiótica, desintoxicante, imunoestimulante, antialérgica.

Para que serve a equinácea

Pode ser utilizada durante todo o ano como forma de prevenção ou tratamento de gripes e resfriados, infecções respiratórias, infecção urinária, candidíase, dor de dente, gengiva, artrite reumatóide, doenças virais ou bacterianas pois ela fortalece o sistema imunológico.

Modo de uso da equinácea

Partes utilizadas: raíz, folhas e flores, para o consumo em forma de suco, chá ou compressas.

  • Chá: Coloque 1 colher (de chá) da raíz ou folhas da em uma xícara de água fervente. Deixe repousar por 15 minutos, coe e tome em seguida. Faça o chá 2 vezes por dia.
  • Compressa: Amasse num pilão as folhas juntamente com a raiz da equinácea até formar uma pasta. Aplique na zona desejada com o auxílio de um pano umedecido com água quente para aumentar a absorção dos componentes ativos.

Efeitos colaterais da equinácea

Não há.

Contraindicações da equinácea

Em caso de alergia à plantas da família Asteraceae, HIV, tuberculose, colagenose e esclerose múltipla.

Link útil:

Autoria e outros dados (tags, etc)


O ALHO

por Fernando Ramos, em 22.08.16

 

alho.jpg

 O alho é um dos mais poderosos remédios naturais.

Ele tem ação antibiótica, anti-inflamatória, antimicrobiana, antiasmática, antioxidante, anticancerígena, entre outras, além de ser protetor cardiovascular.

A lista de benefícios do alho é grande:

- reduz pressão alta

- previne arteriosclerose

- auxilia na dissolução de cálculos renais

- tem efeito tônico sobre pessoas enfraquecidas

- previne gripes e resfriados

- ajuda na expulsão de vermes;

- combate bronquite

- combate diarreia

- atua contra hemorroidas e varizes

- combate enfermidades dos rins e da bexiga

- fortalece a vista,

- combate dor de cabeça enxaqueca

- contribui para a perda de peso

- combate tumores, herpes e diversos problemas de pele

- combate gota e reumatismo

- trata asma e outros problemas respiratórios

- combate tosse, rouquidão e catarro

- trata problemas circulatórios, pressão alta e diabetes

Ainda não acabou.

Estudos comprovam a sua eficácia em câncer da mama e da próstata.

E pesquisas recentes identificaram que o alho possui ainda diversas propriedades, entre as quais se destacam as antimicrobianas, antineoplásicas, terapêuticas contra doenças cardiovasculares, imunoestimulantes e hipoglicemiante.

Autoria e outros dados (tags, etc)


6 Benefícios do gengibre para a saúde

por Fernando Ramos, em 22.08.16

 

Os benefícios do gengibre para a saúde são principalmente ajudar na perda de peso, acelerando o metabolismo, e relaxar o sistema gastrointestinal, prevenindo náuseas e vômitos. No entanto, o gengibre também atua como antioxidante e anti-inflamatório, ajudando na prevenção de doenças como câncer cólon-retal e úlceras no estômago.

O gengibre é uma raiz que pode ser utilizada em chás ou em raspas que podem ser adicionadas a água, sucos, iogurtes ou saladas. A seguir estão listados 6 benefícios desse alimento.

 

gengibre  na forma de raiz e em pógengibre na forma de raiz e em pó

 

1. Auxiliar na perda de peso

O gengibre auxilia na perda de peso porque atua acelerando o metabolismo e estimulando a queima de gordura corporal. Os compostos 6-gingerol e 8-gingerol, presentes nessa raiz, atuam aumentando a produção de calor e suor, o que também ajuda no emagrecimento e na prevenção do ganho de peso.

2. Combater azia e gases intestinais

O gengibre é bastante utilizado para combater azia e gases intestinais, devendo ser consumido principalmente na forma de chá para obter esse benefício. Esse chá é feito na proporção de 1 colher de gengibre para cada 1 xícara de água, e o ideal é que sejam ingeridas 4 xícaras de chá ao longo do dia para se obter a melhoria nos sintomas intestinais.

3. Atuar como antioxidante e anti-inflamatório

O gengibre tem ação antioxidante no corpo, agindo na prevenção de doenças como gripes, resfriados, câncer e envelhecimento precoce. Além disso, ele também tem ação anti-inflamatória, melhorando os sintomas de artrite, dor muscular e doenças respiratórias, como tosse, asma e bronquite.

4. Melhorar náuseas e vômitos

O gengibre ajuda a reduzir as náuseas e vômitos que frequentemente ocorrem durante a gravidez, tratamentos de quimioterapia ou nos primeiros dias após cirurgias. A melhora desses sintomas é obtida após cerca de 4 dias de consumo de 0,5 g de gengibre, o que equivale a cerca de ½ colher de café de raspas gengibre que devem ser tomados de preferência pela manhã.

5. Proteger o estômago contra úlceras

O gengibre ajuda a proteger o estômago contra as úlceras porque ajuda no combate à bactéria H. pylori, principal causadora de gastrite e úlceras estomacais. Além disso, o gengibre também previne o aparecimento do câncer de estômago, que na maior parte dos casos está ligado a alterações nas células provocadas pela úlcera. Veja quais são os sintomas da gastrite provocada pela H. pylori.

6. Prevenir o câncer cólon-retal

O gengibre também atua na prevenção de câncer cólon-retal, pois possui uma substância chamada 6-gingerol, que impede o desenvolvimento e a proliferação de células cancerígenas nessa região do intestino.

Aprenda como utilizar o gengibre para emagrecer em:

Autoria e outros dados (tags, etc)

Pág. 1/2



Mais sobre mim

foto do autor


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.


Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D



Favoritos