Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]





A acidez do estômago não é por acaso.

por Fernando Ramos, em 04.02.17

A acidez do estômago não é por acaso.

 

Estima-se que mais de 50% da população mundial tenha a bactéria Helicobacter pylori no organismo.

E o pior é que a maior parte nem sequer sabe disso.

H. pylori (pronuncia-se agapilori) é uma bactéria que possui a incrível capacidade de sobreviver em um dos ambientes mais inóspitos do nosso organismo, o estômago, que apresenta um meio extremamente ácido, com pH inferior a 4.

A acidez do estômago não é por acaso.

Trata-se de um dos mecanismos de defesa do nosso organismo contra as bactérias que são ingeridas junto aos alimentos.

Poucos são os seres vivos que conseguem sobreviver em um ambiente tão ácido.

A bactéria H.pylori, porém,  desenvolveu alguns “truques” que lhe permitiram adaptar-se a um meio tão hostil.

Ela produz substâncias que neutralizam os ácidos, formando uma espécie de nuvem protetora ao seu redor.

É dessa forma que ela consegue se locomover dentro do estômago até encontrar um ponto para se fixar.

Além desta proteção, a bactéria H. pylori consegue ultrapassar a barreira de muco que o estômago possui para se proteger da própria acidez.

E, assim, consegue se aderir à mucosa, área abaixo do muco, onde a acidez é bem menos intensa.

Ou seja, além de produzir substâncias contra a acidez, ela consegue penetrar no estômago até locais onde o ambiente é menos agressivo.

Os pacientes contaminados com a Helicobacter pylori podem ou não ter sintomas.

 

Os que apresentam queixas o fazem pela presença de gastrite ou úlceras pépticas provocadas pela bactéria.

Nestes casos, os sintomas mais comuns são:

- Intolerância a alimentos

– Dor ou desconforto, geralmente tipo queimação e na parte superior do abdome

– Sensação de inchaço na barriga

– Saciação rápida da fome, geralmente depois de comer apenas uma pequena quantidade de alimento

– Náuseas ou vômitos

– Fezes escuras

– Anemia

O bom é que a cura pode ser natural e mais fácil do que se imagina.

Pesquisa realizada no Japão e publicada na revista Cancer Prevention Research revelou que existe um poderoso remédio natural para este problema: os brócolis.

 

 

O efeito protetor dos brócolis foi inicialmente constatado em ratos de laboratório e pela primeira vez foi testado em humanos.

Este vegetal verde-escuro contêm uma substância chamada sulforafano, que possui capacidade antibiótica e age sobre a bactéria H. Pylori.

Para comprovar o benefício do consumo de brócolis, os pesquisadores acompanharam os pacientes, fazendo testes que medem a presença da bactéria.

Eles utilizaram a medida da ureia na respiração e fatores inflamatórios e imunológicos no sangue e nas fezes.

Os pacientes receberam uma porção de cerca de 100 gramas de brotos de brócolis por dia por pelo menos oito semanas.

Eles apresentaram uma redução significativa da Helicobacter pylori, comprovada nos testes de sangue e respiratório.

COMO USAR OS BRÓCOLIS PARA COMBATER A H. PYLORI

Deve-se consumir esta verdura diariamente.

Além disso, é indicado o consumo do seguinte remédio natural:

INGREDIENTES

1 brócolis de tamanho médio (é muito importante que a verdura esteja fresca; quanto mais nova, melhor)

1,5 litro de água fervida (em panela de vidro ou aço inox; nunca em alumínio)

1 pitada de sal (melhor se for com um sal de boa qualidade, como o do Himalaia)

MODO DE PREPARO

Lave e higienize muito bem os brócolis.

Depois, coloque a água para ferver.

Assim que ela esfriar, bata todos os ingredientes no liquidificador.

Tome um copo imediatamente e consuma o restante ao longo do dia.

Faça o tratamento por 30 dias seguidos.

Se os brócolis não forem orgânicos, aprenda AQUI como, pelo menos, diminuir a carga de agrotóxicos.

Durante o tratamento, evite o consumo de álcool, açúcar, alimentos refinados e carnes embutidas/defumadas.

Este é um blog de notícias sobre tratamentos caseiros. Ele não substitui um especialista. Consulte sempre seu médico.

www.curapelanatureza.com

 

Autoria e outros dados (tags, etc)



Mais sobre mim

foto do autor



Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D



Favoritos