Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]





Comer chocolate pode reduzir o risco de AVC

por Fernando Ramos, em 12.03.16

Estudo: Comer chocolate pode reduzir o risco de AVC

 

 

Uma investigação que monitorizou a saúde 37 mil homens adultos suecos ao longo de 10 anos revelou que os que comiam mais chocolate, independentemente do ser negro ou de leite, apresentavam uma probabilidade 17% inferior de sofrer um acidente vascular cerebral.

 

Um estudo publicado recentemente na revista Neurology revela que o chocolate pode ter mais benefícios para a saúde humana do que se pensava.

 

Com efeito, investigações anteriores já tinham verificado que o consumo de chocolate negro reduzia o risco de doenças cardiovasculares, mas o novo estudo concluiu que não é apenas o chocolate negro que faz bem à saúde, nem é apenas a saúde do coração que é promovida pelo seu consumo moderado.

 

O projeto cujos resultados foram recentemente publicados envolveu 37 mil homens suecos com 49-75 anos, que foram classificados num de quatro grupos de acordo com os níveis de consumo de chocolate, e cuja saúde foi monitorizada ao longo de 10 anos.

 

Os resultados revelaram que os indivíduos do grupo que mais chocolate ingeria (cerca de 63 g por semana) – de qualq

uer tipo, embora na Suécia 90% do chocolate consumido seja chocolate de leite -  apresentavam uma probabilidade 17% inferior aos dos sujeitos pertencentes ao grupo que não consumia chocolate de sofrer um acidente vascular cerebral (AVC).

 

Por outro lado, uma metanálise que compilou 5 estudos anteriormente publicados, indicou que a categoria de maior consumo de chocolate apresentava um risco de sofrer um AVC 19% inferior ao da categoria de não consumidores de chocolate. 

 

Os investigadores envolvidos no estudo sugerem os componentes do chocolate responsáveis pelos bons resultados exibidos pelos consumidores deste produto no presente estudo são os flavonoides, que pelas suas propriedades antioxidantes, anticoagulantes e anti-inflamatórias são precisamente o que previne as doenças cardiovasculares. A líder da investigação, Dr.ª Susanna Larsson, acredita que estes compostos também podem ainda diminuir a concentração no sangue do mau colesterol e reduzir a pressão sanguínea.

 

Embora seja tentador começar a consumir chocolates em grande quantidade tendo como pretexto a promoção da saúde do corpo, a Dr.ª Clare Walton da Stroke Association (Reino Unido) alerta “... estes resultados não devem ser usados como desculpa pelos homens para comer chocolate como uma alternativa a o exercício [físico] regular ou ter uma dieta saudável para reduzir o risco de AVC”.

 

Os próprio autores do estudo referem que os benefícios do consumo de chocolate que detetaram são resultado de uma ingestão moderada.

  

Fontes: www.bbc.co.ukki.se e www.springer.com 

Filipa Alves (30-08-2012)

Autoria e outros dados (tags, etc)



Mais sobre mim

foto do autor


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.


Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D



Favoritos